Este é o link do meu livro: Sol Mar Mel, Fragmentos da Vida no CREATESPACE. Você ja pode comprá-lo. Também no AMAZON.COM,BR e no KINDLE (leitor eletrônico) Lembrando que no AMAZON e no KINDLE está disponível em todos os países. http://www.amazon.com/Sol-Mar-Fragmentos-Vida-Portuguese/dp/1508621047/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1424972270&sr=1-1&keywords=Sol+Mar+Mel+Fragmentos+da+Vida


terça-feira, 21 de dezembro de 2010

ALÉM DOS SINAIS

Era uma tarde sombria. Chovia muito. Relâmpagos e trovoes assustavam os moradores daquela pequena cidade.
Uma moça caminha lentamente no meio da tempestade sem se importar com os raios e os trovoes. Uma pequena bagagem parece ser tudo que ela tem. Seu olhar vago parece ter desistido da vida. A qualquer momento ela poderia ser atingida por um raio. Mas ela não se importava.
A moça podia ver de longe um rapaz vindo em sua direção. Ele também parecia desolado. Era um jovem rapaz. Os dois aparentavam muito jovens.
Como em camara lenta os dois iam se aproximando e ao mesmo tempo seus semblantes iam mudando. Os rostos desolados e tristes, aos poucos foram substituídos por semblantes de alegria e esperança.
Os dois estranhos param de frente um para o outro. Se olham. Ele passa suavemente os dedos no rosto da garota. Ela retribue. Os carinhos continuam. Palavras... Não são ditas. Nenhuma palavra foi dita ate aquele momento!
Intercalados, a cada raio e trovão, um deles volta o pensamento ao passado relembrando as magoas e o motivo de estarem na rua.
A moça: A lembrança era tão clara como os raios. Sua mãe a expulsa de casa . Vizinhas de sua mãe acenam apoiando sua expulsão.
O rapaz: A lembrança dele era de orfanatos. Incêndios e confusão fazem parte de suas lembranças. A cada raio, uma lembrança. Pessoas assustadas também o expulsa de suas moradias.
As lembranças cessam. Beijos, raios e trovoes mais intensos, enfeitam aquela cena. Os dois, sem trocar uma palavra se quer, se beijam numa explosão de amor! Por alguma razão, as forças da natureza os uniu! Entre raios e trovoes e molhados... Eles saem de mãos dadas esperançosos.
.................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................. (Fui passar uns dias na casa da minha irma em Goiania/Go. E.. comecei a sentir cheiro de sangue.Limpei várias vezes a casa toda mas... O cheiro continuava. Até que minha irma confessou que um antigo morador suicidou-se na casa. Atirou na própria cabeça e o sangue ficou espalhado.// Tambem tem outro fato real na historia. Tive a nitida imprenssao que corri risco de vida.Nao posso falar.Mas está na historia! Escrevi essa historia e ao mesmo tempo enviei um aviso. Como se eu dissesse: Eu entendi o que voce pretendia fazer! Fiquei com muito medo na epoca. O realismo da historia... Tem um fundo de verdade.)


Escrito por Heliomar Melo

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

A MALDIÇĀO DA ADAGA

Egito ano 1500 ac, Uma linda adolescente egípcia encanta todos os homens por sua extrema beleza! Nefertiti tinha apenas 18 anos. Ela era considerada a mais bela da cidade de Menfis! Ela era bela e ao mesmo tempo... A maldade em pessoa! Diziam as más línguas que ela era a própria encarnação do diabo! Por onde ela passava... Deixava um rastro de desgraça, vergonha e desordem! Ela era rica e poderosa! Herdeira de uma fortuna incalculável! Muitos diziam que ela era a reencarnação de uma mulher também muito bonita que foi apedrejada até morte por homens num passado remoto. Essa mulher anterior a Nefertiti, era apaixonada por um rapaz, mas sua familia muito pobre a vendeu a um principe muito mau. Depois de algum tempo, encontrou com o com o seu amor de infancia. A viram com ele, ela foi acusada de adulterio. A lei daquele tempo era severa,e pela lei, ela e seu suposto amante,(seu amor de infancia) foram apedrejados por todos os homens! Dizem que enquanto ela e seu amado eram apedrejados, ela jurava vinganca a todos os homens e que encontraria o seu amado.
Achavam que essa mulher do passado, voltou na pele de Nefertiti para se vingar de todos os homens da terra!
.......................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................... Qualquer Segredos de outras vidas...

(Historia 70% real. A Kátia existe. Ela me contou e autorizou a escrever sua historia. Obs.: Ficção:A parte da maldosa Nefertiti, é fictícia. A regressão da Kátia parou,segundo ela, na arena onde a mãe enfia a adaga em sua barriga. O resto é fruto da minha imaginação .// Kátia e Ana, são 2 amigas que gosto muito. Dedico essa historia a elas.)

Escrito por Heliomar Melo

terça-feira, 9 de novembro de 2010

AGORA POSSO VOAR

Prefiro o galho mais alto da árvore. Gosto de ficar admirando as estrelas. Tento inutilmente conta - las. Rsrs E minha mãe... A todo o momento gesticulando e sinalizando que eu teria que dormir. Afinal, nos primeiros raios do sol, teríamos uma grande jornada pela frente. Essa nova mamãe é um pouco severa, mas ela tem razão, esse novo mundo é bem diferente.
Hoje as estrelas estão mais brilhantes. Fecho meus olhos e posso ver como se fosse hoje a minha outra vida: Lembro dos meus irmãos.... Das nossas brincadeiras... Lembro do presente que papai me deu... Ele mentiu dizendo que foi papai Noel quem deixou aquele presente na lareira. Rsrrs Eu fingi que acreditei. Eu não acredito mais em papai Noel... Rsrs Mamãe.... Que saudades dela.... O cuidado que ela tinha comigo..... O carinho.... Aquela sensação de proteção... Aquele carinho era como rajadas refrescantes da brisa do mar!
Naquele dia estávamos felizes. Íamos a um sítio passar o final de semana. Eu, mamãe, papai e meus dois irmãos. Lembro muito bem que ajudei mamãe a preparar os sanduiches . Papai estava feliz, afinal, teria um bom descanso. E fomos nós estrada afora. Eu e meus irmãos brincávamos fingindo também dirigir o carro e... De repente... Ouví um estrondo! CRASH! Escureceu! Quando acordei, estava num quarto. Sim. Um quarto com paredes brancas e teto na cor laranja. Meus pais estavam próximos e choravam muito. Mamãe acariciava meu rosto. Suas lágrimas desciam pelo seu rosto. Papai me pedia perdão por achar que tinha culpa do acidente. Todos os outros estavam bem. Tiveram pequenos arranhões. Isso eu ouvi mamãe dizer para alguém que também estava dentro do quarto. Meus irmãos estavam em outro quarto.
Passaram-se dias e minhas dores me atormentavam! Sentia como se facas furassem meu corpo! Eu implorava a Deus para que terminasse com meu sofrimento. Queria gritar que acabassem com aquela tortura, mas não conseguia! Nem os olhos eu conseguia mexer! Aqueles tubos prolongavam ainda mais meu sofrimento! Mamãe não queria que eu fosse embora. Mas... Eu não estava mais suportando as dores.... Eu tentava através do meu olhar dizer a ela que desligasse os aparelhos... Mas ela não entendia... Tentei inutilmente também dizer a ela que queria ver pela última vez as estrelas. Eu queria ver as estrelas! Mas ela também não entendeu...
Aos poucos... As dores desapareceram. Veio aquela sensação de alivio... E foi... Escurecendo... Escurecendo.... Ainda pude ouvir barulho de terra caindo. A partir desse momento me senti um minúsculo ponto vermelho-sangue levitando... Levitando... Fui me afastando da terra. Como um cometa, fui em direção ao grande buraco negro. O centro do universo! Fui sugado e levado a um quase infinito labirinto que parecia nunca ter fim! Era uma sensação maravilhosa... Na verdade eu não queria que aquela jornada terminasse! Já podia ver de longe uma luz brilhante, um amarelo intenso.... Fui aproximando... Aproximando... Mergulhei naquele creme gelatinoso amarelo! Fiquei exatamente no centro! Era como água morna envolvendo meu corpo. Não tinha plena consciência do que estava acontecendo. Um pouco de tempo... Fui crescendo... Crescendo... Ate encostar no teto. Com muito esforço consegui quebrar o teto. E sai daquele... Caixote. Não entendia o que exatamente estava acontecendo. Logo em seguida sentí um enorme tapete em cima de mim. Me mantinha aquecido. Por dias sentí aquele calor gostoso do enorme tapete. Que coisa estranha... O tapete se mexia! Fui crescendo embaixo do tapete... E aos poucos percebia que não era um tapete que me aquecia... Era um pássaro! Sim! Um pássaro! O tapete era um pássaro! As asas do pássaro me aquecia! Eu... Eu também era um pássaro! Aquele pássaro na verdade era minha mãe! E havia mais outros dois pássaros próximos a mim! Eram meus irmãos! Eu agora sou um pássaro, que incrível! A surpresa que veio seguir me deixou... Perplexo! Eu estava no quintal da casa que eu morava quando eu era humano! Da minha casa!
Enquanto minha mãe ave nos ensinava a voar, eu esperava o momento certo para rever minha mãe humana. Os treinamentos eram constantes!
Finalmente, agora posso voar. Posso voar sozinho! Que sensação fantástica! Se os humanos tivessem ideia do quanto é maravilhoso voar...
Desobedecendo as ordens da mãe ave que recomendou que eu não aproximasse dos humanos... Me enchi de coragem e pousei no ombro da minha mamãe humana que estava no quintal. Tentei me comunicar mas ela não entendia! Cantei todos os cantos que aprendi mas, ela não entendia! No último instante... Ví algumas lágrimas saindo dos seus já envelhecidos olhos. Aquilo foi uma glória para mim! Não era muito, mas já estava satisfeito. Afinal, já tenho outra mamãe. Também amo minha mamãe ave.
Todos os dias que se seguiram me aproximei mais da velha mamãe humana. Ela sempre fica feliz em me ver. Gosto de ver seu sorriso. Lembra minha outra vida. Também ví meus irmãos humanos. Estavam bem e felizes. Finalmente encontrei paz.
Minhas queridas estrelas brilhantes, eu passaria minha vida inteira admirando vocês, mas agora tenho que dormir. Amanhã teremos uma grande jornada! Temos que cumprir uma rota migratória desconhecida. Agora sou mais experiente, sou um pássaro adulto.

Voando por ai...

(Sofrí muito para encarnar essa criança. Passei a noite inteira imaginando e criando essa história. Me emocionei. //// Inspiração 1: Minha inquietação pela demora do Robin Hood.(o pássaro que domestiquei e que pasava horas assoviando com ele) Estou prestes a voltar para o Brasil e queria vê-lo pela última vez. Ele deve estar migrando. // Inspiração 2: Uma linda mensagem que recebí de uma moça chamada Lila Lima. Ela captou minha essência. Ela, conseguiu perceber que para mim, o ser humano é o diamante mais precioso da terra.)

Escrito por Heliomar Melo

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

VIDA NĀO TĀO FÁCIL

Fico aqui olhando dessa janela... Vejo meu menino correndo... Brincando na rua com os colegas... Uma alegria invade meu coração... Ate esqueço das cicatrizes de um passado doloroso do qual eu penso que jamais esquecerei. Fico admirando meu menino e ao mesmo tempo... Lágrimas descem pelo meu rosto. Meu marido aproxima... Com os olhos também cheios de lagrimas... Suavemente limpa minhas lagrimas. Faço menção de falar alguma coisa... E ele... Solidariamente.... Coloca seus dedos por entre meus lábios com quem diz: Não. Não precisa dizer nada. Eu sei o que quer me dizer... Não sofra... Eu também fui convivente. Isso também me machuca. Nesse momento... Vejo lágrimas cristalinas descendo pelo rosto do meu homem.... Do meu amado e idolatrado marido. Eu amo tanto... Nosso amor foi capaz de suportar a pior agressão ao ser humano. Eu sei que um dia superaremos essa dor.
Eu era, eu sou.... Acho que sou ainda apesar do que fiz, sou uma mulher religiosa. Gosto de ir a igreja todos os domingos... Gosto da vida simples de pessoa do interior. Gosto de falar com os vizinhos....
Preciso voltar a um passado não muito distante para entendam o que minha família passou.
Lembro que estava tudo bem com nossa vida. Levávamos uma vida simples... Meu esposo trabalhava de ajudante de pedreiro. Não tinha estudos. Alias, nem eu. A casa alugada... Sobrava pouco dinheiro. Tinha algumas privações... As duas crianças.... Dava do. Muitas vezes queriam alguma coisa que eu não podia comprar... Me dava muita tristeza não poder comprar uma simples barra de chocolate para para meus filhos. Lembro um dia que fiz um extra, uma faxina extra e comprei uma barra de chocolate e divido para os dois... Ele ficaram tão alegres! Nossa! Que felicidade eu sentia de ver meus dois filhotes felizes com o chocolate! A carinha deles... Lambuzada de chocolate... Rsrrs
Somos pobres. Meu marido não consegue nem pagar o básico das nossas despesas. Tenho 2 filhos. A vida não tem sido fácil para minha família. Meu marido é esforçado. Acompanho a luta dele para nos dar o mínimo de conforto. Mas infelizmente passamos necessidades.


(Sou ator. Escrevo e atuo ao mesmo tempo. Me emocionei muito com essa história. Viver essa simples dona de casa foi uma experiência muito difícil para mim. Essa mulher, na verdade é a junção de fragmentos de várias garotas de programa que conheci. Essa mulher forte e determinada são varias mulheres em uma so! O que até hoje me impressiona, é relato de uma garota de programa que morou na minha vaga me disse uma noite após o trabalho: mHojematendi 150 clientes! Ela chorou nos meus ombros e reclamava da intensa dor na região intima. No fundo achei que ela chorava mesmo era pela extrema agressão que havia sofrido. Isso que narrei, é apenas um resumo do que realmente acontece com as garotas de programa.// Tem muito de real nessa historia, pena que não posso falar mais nada.)

Escrita por Heliomar Melo

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

UM FEITIÇO E DOIS DESTINOS

Ha um tempo atrás... Numa pequena cidade do interior do Brasil...Um homem batia muito na sua esposa. As agressões eram contínuas. Ninguém se metia. Diziam que não se metiam em briga de marido e mulher. O tempo todo aquele a ameaçava com uma faca. Sempre a ameaçava com a mesma faca! Ele falava: se ela o abandonasse, ele a mataria! E aquela faca era o temor daquela mulher sofrida. Ela até tentou afastar-se dele, mas ele a encontrou. Ela não tinha parentes. Seus pais morreram quando ela ainda era criança . Aquela pobre não tinha a quem recorrer. Ficava a mercê do malvado marido.
Certa vez, Flora foi arrastada pelos cabelos na rua! Todos presenciaram aquela cena, mas ninguém se metia! O homem era muito bravo! A fama dele corria longe! Todos o temiam! Diziam as más línguas que ele já havia matado muitas pessoas! Ninguém sabe se era verdade ou não. Mas era a fama dele na região. Jonas era seu nome. Flora, a esposa, tentou pedir ajuda da policia mas não conseguiu. O machismo fazia parte daquela época. Bem diferente de hoje em dia.
Cansada de ser humilhada, Flora toma uma decisão. Vai procurar uma feiticeira muito conhecida na região. Afinal, ela já havia tentado os meios convencionais e nada dava certo.
A feiticeira morava num povoado não muito distante. Flora andou muito até chegar a casa da tal feiticeira. Um lugar praticamente deserto. As poucas casas estavam em ruínas. Exausta, Flora chega na tal casa com a aparência que dava arrepios. Bate na porta e uma senhora de cabelos brancos e muito malvestida a recebe. Com uma voz rouca, a velha chamou Flora para entrar e sentar. Enquanto a velha se retirou da sala... Flora analisava tudo a sua volta. Tudo ali era muito antigo. Minutos depois, a velha feiticeira entra na sala, prepara a mesa com objetos de magia negra... E inicia-se a sessão. Flora conta toda sua história. E em seguida pede a aquela senhora que faça um feitiço para neutralizar seu malvado marido. Combinaram o preço... Flora pagou... E logo a bruxa invocou seu espírito do mal. Quando a entidade veio, ela ja disse logo que o feitiço tinha um preço. Mas Flora não deu atenção, já havia pagado pelo serviço. A entidade explicou o que teria que ser feito. A faca que tanto a ameaçava devia ser enterrada. E que naquele momento, ele o agressor, nunca mais iria agredi - la novamente. (Flora já tinha lhe falado sobre a faca. A temida faca)
....................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................... onfessou lhe a verdade. Falou sobre a faca. Disse também que não podem desenterra a faca senão eles morreriam. A faca não poderia ser desenterrada de propósito. Essas eram as instruções da bruxa. Caso Flora pedisse alguém para desenterrar a Escrito por Heliomar Melo

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

IMPLOSĀO DE ESTRELAS

Uma tempestade não expressa o que sinto agora. Meu coração esta despedaçado. Estrelas implodem dentro do meu peito deixando o mesmo vazio de um buraco negro após a implosão de uma estrela.
Meu nome é Maria . Sou... lésbica. Estava tudo bem na minha vida. Após muito sofrimento para aceitar minha sexualidade, finalmente eu podia ser eu mesma! Não precisava mais manter a aparência para minha família, igrejas e amigos. A chuva de pedras ... Cessou. Eu estava feliz. Havia Encontrado minha amada. Ela me fazia tão bem... Ela era linda! Seus cabelos negros me deixava louca!! Enquanto ela se maquiava, eu ficava de longe observando e ao mesmo me perguntando se aquela linda garota era realmente minha, minha amada! Eu precisava mais dela que o ar que respiro! Lembro muito bem de quando íamos ao sitio de um amigo.Corríamos por entre as árvores... Jogávamos folhas secas uma na outra... Colocávamos folhas de bananeiras na grama para dormirmos ao ar livre. Enquanto nos aliviava do intenso calor do verão carioca, admirávamos as estrelas... Naquele momento não existia mais nada no mundo! Apenas eu e ela! Como eu era feliz!!
Certo dia ela... Faleceu. A perdí! Perdí meu amor! Me senti uma minúscula pluma voando ao vento sem direção. Foi tão difícil viver sem ela... Ela Faleceu de ... AIDS.E claro, eu também havia contraído o vírus da AIDS. Ela usava drogas injetáveis, foi dessa maneira que ela e eu fomos infectadas. Eu usei umas 2 vezes com ela. Compartilhamos a mesma agulha.Ela não sabia que tinha o vírus hiv, se soubesse, se avisaria. Eu tenho certeza disso! Ela me amava muito. Nunca mais usei drogas.
Enfrentei todos os problemas com o tratamento e estou mais viva do que nunca! Sei que agüentarei até inventarem uma vacina.
Passei 10 anos da minha vida esperando a morte. Morrí muitas vezes!Morri tantas vezes que... Cansei de esperar a morte! Decidí que viveria FELIZ e intensamente! Minha força se compara a um vulcão em plena atividade! Sou extremamente de BEM com a vida! Faço planos para futuro...
Juntei todos os meus trapos, peguei minhas economias, alguns amigos me emprestaram dinheiro e aqui estou eu, nos Estados Unidos!
Vivo numa comunidade de brasileiros muito grande. Noticias espalham como um rastro de pólvora! Viram meus medicamentos. Meu segredo acabou sendo conhecido por quase todos. Eu sempre soube que eles sabiam do meu segredo,mas fingia que não sabiam. Nesse meio tempo fiz muitos amigos. Eles me agradavam, eles sempre me procuravam solicitando meu trabalho. Estava indo bem. Mas... Como tem muitos religiosos aqui, eu sempre ouvia insinuações sobre minha sexualidade. Isso me incomodava. A principio ignorei, mas... Foi intensificando... Comecei a questionar o motivo de todo aquele preconceito. Eu dizia que Deus nao aprovaria que maltratassem, discriminassem o ser humano.Eu dizia que Deus jamais faria alguem sofrer. Que Deus jamais pediria para desaprovarem alguem por ser diferente. Questionei as passagens biblicas contra os gays,lesbicas.. etc. Disse que Deus nao escreveu nada daquilo. Homens maliciosos escreveram. E como um rastilho de pólvora ..... Algumas pessoas ficaram irritadas e a noticia se espalhou! Todos agora sabiam que eu era agnóstica!(agnostica-so acredita em Deus) Lésbica, agnóstica e soropositiva! Que bomba!
Por ser agnóstica e comentar sobre isso, fui transformada em ... A indesejada; a incômoda; a possuída; o demônio em pessoa! Os clientes... Foram sumindo.... Os sorrisos... Agora eram contidos.
Não discrimino ninguém. Acho que todos podemos viver harmoniosamente. Eu valorizo o ser humano! Tenho muito carinho por evangélicos, católicos, ateus, agnósticos, espíritas, budistas,etc. Se você esta feliz... Eu também estarei feliz!
........................................................................................................................................................................................................................................................................................................ Alguns humanos... Ainda tem muito que evoluir.

( Historia fictícia,qualquer semelhança é mera coincidência. Tudo aqui é fruto da minha imaginação. Gosto de encarnar personagens femininos porque a mulher é mais emotiva,sempre se tem bons resultados. Narrativas na primeira pessoa também fica interessante. Parece real. Foi .. EXTREMAMENTE “ difícil” viver a Maria. Sofrí muito! Grande abraço a todos! )

Escrito por Heliomar Melo

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

OS BEBÊS MAIAS

Os Maias, ainda hoje nos intriga com a sua misteriosa extinção.
Uma cultura muita rica... Conhecimento muito avançado na astronomia... Esse povo tinha vários clãs. Guerras e mais guerras foram travadas em busca de riquezas, status e poder.
Foram encontrados os últimos reis deste povo, mortos. Assinados! Os súditos estavam horrorizados! Todos da família real estavam mortos! A realeza tinha muitos inimigos. Os súditos, tinham que trabalhar muito para pagar os altos e absurdos impostos. O povo ja não aguentava mais! Também haviam os rituais de sacrifícios. O rei, com muita frequência, concedia um sacrifício humano aos deuses para que seu reinado continuasse forte e poderoso. O povo ja estava farto de tantos sacrifícios humanos! E por causa disso, toda a família real foi assassinada!
A partir daí, os últimos Maias tiveram finalmente a tão sonhada liberdade. Mas as coisas não estavam tão boas. Uma seca começou a dificultar ainda mais a vida desse povo. Mas mesmo assim, o restante dos maias, tentavam sobreviver. Não existia mais reinados, estavam livres e ao mesmo tempo... Preocupados. Estava chegando o décimo Katun (900 d.c.) que previa a sua total extinção! O fim do mundo! Nada sobreviveria quando chegasse o décimo katun! Até então, tudo previsto antes, tinha acontecido. Eles sabiam que não iriam sobreviver!
Faziam mais sacrifícios humanos em oferenda aos deuses, mas não adiantava! Não passariam do décimo Katun!
Alguns mais rebeldes desafiavam os conservadores dizendo que o mundo não acabaria no décimo katun. Diziam que existia o décimo primeiro Katun. Se existia outro Katun, supunham-se que o mundo não acabaria no Katun anterior! Supunham que o calendário continuaria. Se o calendário continua... Significa que o mundo não acabaria! Ninguém tinha visto o pergaminho com o décimo primeiro katun. Eram só especulações. E mais, era uma ofença duvidar das sagradas leis Maias! Podia-se ser condenado a morte por tais comentários! Por isso, os incrédulos e rebeldes , se calavam mesmo discordando.
Aproxima-se a tão terrível data. O DÉCIMO KATUN. Todos estão apreensivos! Os MAIAS, os últimos Maias, fazem os últimos preparativos para o fim de sua raça! O fim do mundo como previa a profecia sagrada maia! Os mais conservadores, ja tinham decidido que iriam morrer com honra. E decisões foram tomadas! Decidiram que iriam morrer um dia antes do fim do mundo. Seria... Um Suicídio COLETIVO! Assim ninguém sofreria, segundo seus líderes.Todos tomariam um poção de veneno. Diziam que era uma morte suave.
No penúltimo dia, uma mãe, inconformada com a decisão, invoca todas as outras mães com bebês de colo. Eram muitos bebês! A mãe rebelde não queria que os bebês morressem, apesar de a lei ser clara: Todos teriam que cometer suicídio coletivo! E contrariando a tradição, as mães fizeram um pacto.

Faltam poucas horas para o décimo katum. O fim do mundo, segundo o calendário Maia.Todos se reuniram em volta de um grande buraco feito embaixo de um dos monumentos Maias. Essa enorme sepultura coletiva, foi feita ao longo dos anos. A grande sepultura estava enfeitada com todas os tipos de flores! Pedras preciosas, Conchas, objetos pessoais, Cordões, penas sagradas. Cada canto estava cheio de adereços! Haviam umas grades de madeira que imitavam gavetas.Cabiam várias pessoas em pequeno espaço.
Todos cantavam em volta da grande sepultura. Mães choravam segurando seus bebês envolvidos em folhas de bananeira. Segundo a tradição, os bebês seriam mortos antes. As mulheres ficariam em um salão separado.
Tomariam gotas de veneno e seriam embrulhados em folhas frescas de bananeira. E deveriam ficar ao lado das respectivas mães.
Todos os Maias estavam com uma caneca na mão, se despediram e tomaram o mortal veneno. Posicionaram-se no chão, e aos poucos... Gemidos e delírios fazem parte daquele cenário.
E assim... Assistimos a suposta extinção da poderosa nação MAIA!
Dias mais tarde, numa aldeia de índios selvagens, encontram-se muitos bebês! Estavam no rio, dentro de várias canoas amarradas umas as outras. Estavam bem protegidas. Eram os bebês maias! As mães salvaram os bebês! O que tinham nas mãos na hora do suicídio, eram apenas folhas de bananeiras!

Os Maias não foram extintos!

(O início da historia foi pesquisado e é verdadeiro. O resto...é ficticio)


Escrito por Heliomar Melo

terça-feira, 21 de setembro de 2010

UMA ORQUĺDEA NO HOLOCAUSTO

Começa a grande caçada a todos que são diferentes para o ditador sanguinário Adolf Hitler. Segundo ele, iria purificar a raça humana. Criando uma raça que ele denominava, ariana. Segundo ele, uma raça pura! Todos que eram diferentes, seriam eliminados! Seus alvos: Ciganos; homossexuais; deficientes em geral; e em grandes proporções, judeus. Esses, eram em grande maioria. Existem discussões que tentam desviar a atenção dizendo que não eram só judeus. Que também estavam Incluídos os soldados de guerras perdidas que eram usados para trabalhos.
Uma família, 2 crianças o pai e mãe estão num porão escondidos. Soldados de Hitler vasculham todas as casas. Ecos de gritos assombrosos podem ser ouvidos a distância. A mãe tampa os ouvidos da pequena Yasmim. Eles se abraçam assustados com o que está por vir. O marido tenta inutilmente acalmar sua família. O menino, um pouco mais velho, não para de gritar. Ele sabe o que vai acontecer. Sabe que vão prendê-los. Seu pai tenta acalmá-lo. Tampa sua boca e pede que se cale.
O pai : Por Adonai, cale-se! Eles estão próximos! Por favor meu filho, cale -se. Por Deus, cale-se. Papai está aqui perto de você. Ta bom?
Mãe : Isso mesmo. Olha o estado da sua irmã. Por favor, não façam barulho. Quem sabe eles não nos encontram? Filha, largue essa planta. É apenas uma orquídea.
yasmim - Não mãe .Essa orquídea é nossa proteção.
Os soldados entram na casa destruindo tudo! Gritando ... e chutando tudo que via pela frente! Soltavam fogos para assustar. Vasculharam tudo até encontrar a família no porão. Foi agarrando todos pelos braços como se tivessem pegando animais para o abate. O pai tentou reagir para defender sua família mas apanhou na frente deles. Parou de reagir quando não tinha mais forças. Todos foram arrastados até um caminhão que já estava na porta da casa. Estava cheio de pessoas. Foi uma viagem de pesa....................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................... (pesquisei para escrever esta história. Tudo sobre a família é fruto de minha imaginação. É fictícia. Qualquer semelhança é pura coincidência. Não sei se passavam fome. Mas basta ver nas fotos e perceber que todos estavam extremamente magros. Então ... Conclui que passavam fome.)

Escrito por Helio mar Melo

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

OS ANJOS TAMBÉM SE APAIXONAM

Eu era apenas um adolescente.Era torturado com sensações estranhas.Eu tentava me livrar de tais pensamentos, mas não conseguia!Era uma tortura mental! Rezava e pedia a Deus para que me ajudasse .Para que tirasse aqueles pensamentos que tanto me perturbava.
Procurei o padre e expliquei a situação . Ele me disse que era uma possessão demoníaca .Que algo maligno queria se apoderar de mim. Que eu tinha
Que me livrar do mal. E assim, a cada dia eu ficava mais chateado. Os tais pensamentos malignos continuavam. Eu estava confuso. Eu era muito religioso. Tais pensamentos não eram compatíveis com minha religiosidade.
Fui orientado pelo pároco a ir para um seminário .Que o meu lugar era perto de deus. E que isso, esses pensamentos, iriam sumir. E assim, eu fiz. Estava disposto a virar padre e me livrar daquilo que tanto me perturbava.
Me aprofundei em leituras bíblicas . Horas e horas, dias e dias. Ensinamentos, e tudo que um padre deve saber.
Quanto a parte... sexual ,tive informações de como resolver. Tecnicas de como não ficar...naquele estado. De como não sentir...vontade por sexo. Chas e ervas calmantes foram incorporado no meu dia a dia. Também havia uma técnica mais radical.
E assim me tornei um padre. Fui para uma pequena cidade e comecei minha nova vida. Os pensamentos pecaminosos continuavam. Mas ja estava mais calmo e confiante. Um dia iriam sumir.
Eu gostava de ser padre. Estava finalmente em paz.
Minha missão era cuidar daquelas pessoas e protege- las de mas influencias .
Através do confessionario , eu podia saber dos segredos mais obscuros das pessoas daquela pequena cidade.
Segredos e mais segredos!Uma cidade aparentemente calma, guardava grandes e perversos segredos! As fofoqueiras sempre traziam informações .
Elas, com aquele jeito de quem não quer nada, informava sobre os desviados da cidade.E cuidadosamente eu preparava o sermão . Todo dia o
Sermão era direcionado a alguém. Eu olhava dentro dos olhos do pecador (a) e lançava informações que so serviam apenas para aquela
determinada pessoa!Algumas vezes era para a ex mocinha que estava... fazendo... aquilo...Aquele ato!
Outras, era para aquele rapaz com jeito delicado.E mais outra para aquelas mocas que prestam serviço ...aos homens,dizendo em entrelinhas e sutilmente que elas eram pecadoras.
Todo dia,ou melhor, toda noite o sermão era direcionado a alguém que não estava de acordo com as regras "normais" da moralidade.
Apesar de todo esforço ,eu não esquecia daquelas sensações . A cada dia aumentava ainda mais. E para piorar, veio um jovem padre para me ajudar nas obras da igreja. O jovem me perturbava muito. Perto daquele jovem,eu sentia com muito mais forca, as mesmas sensações anteriores.
Estávamos tão envolvidos nas tarefas da paróquia ... Me sentia feliz! Meus sentidos estavam mais apurados. Meus olhos estavam brilhantes.Todos podiam perceber que havia algo entre nos.
Certo dia resolvemos conversar sobre o assunto. Não foi fácil . Estávamos divididos entre a igreja e o amor. Chorávamos abraçados. Era um sentimento lindo. Não conseguíamos entender.Tentamos todas as técnicas que nos foram ensinadas,
mas não adiantava.O amor era mais forte!
Não conseguíamos mais esconder tanta paixão . Tempos mais tarde, somos excomungados. Todos nos viraram as costas.

Hoje vivemos felizes. Moramos num sitio bem longe da civilização . E com Deus em nossos corações , vivemos a nosso amor com intensidade.

Armadilhas do destino.

( obs.:Narrei em primeira pessoa por que achei que ficaria mais interessante. Não fui e Não conheço nenhum padre.Historia ficticia, qualquer semelhança é mera coincidência.Todo meu respeito a todos os padres.)


Escrito por Heliomar Melo

domingo, 5 de setembro de 2010

APENAS QUERIA SONHAR COM VOCÊ

Olá, sou Urzula . Nascí na Polônia e hoje moro em Londres . Lembro muito bem de quando tinha 15 anos e tive uma discussão com minha mãe. Fiquei chateada e fui para casa da minha avó passar uns dias. Dois dias após,minha irmã veio ao meu encontro dizendo que tinha algo grave para me falar. Fiquei sentada num lindo park próximo da casa da minha avó. Ao mesmo tempo ficava me perguntado o que seria tão importante para minha irmã vir de longe me encontrar ? Ela já chegou apavorada me dizendo para tomar uns comprimidos que estavam na sua mão... . Dei um tapa na sua mão e joguei bem longe os comprimidos! E já fui perguntando o que estava havendo! Ela me abraçou forte e disse que nossa mãe havia morrido! Nesse momento .... eu quis morrer !! Meu chão foi desmoronando... o céu caía sobre minha cabeça .... Eu gritava.. gritava... sentia como se um punhal estivesse enterrado no meu peito!! Rolava no chão arrancando gramas com extrema violência! O que mais me doía era saber que estávamos brigadas. Estávamos de mal uma com a outra... eu não teria uma única chance de lhe dar um abraço novamente.... Mamãe querida!!! Oh minha mãe, Como irei viver sem você? Você é meu chão ,meu aconchego.. meu tudo!! Por favor, volte para mim!! Volte para mim!!! Eu preciso de você!! Eu preciso de vocêêêê....
Essa dor perdurou por quase dois anos. Eu não aceitava a morte de mamãe. Não me perdoava por ter saído de casa . Papai andava inconsolável. Ele também não aceitava a morte de mamãe. Mas um dia ele disse que sonhou com ela. Ela disse que ele teria que seguir sua vida. Refazer sua vida. Aliais, quase todos da família havia sonhado com ela. Apenas eu não sonhava com ela. Será que mamãe estava chateada comigo? Acredito que não. Ela sabe o quanto a amei. Sempre a amarei!! Guardarei esse santinho que ela me deu por toda a minha existência!
Certa noite tive um sonho com ela, o primeiro depois de 2 e meio da sua morte. Sonhei que ela estava debaixo da mesa de jantar. Abaixei e perguntei onde ela estava esse tempo todo. Ela respondeu que sempre esteve do meu lado. Acordei alegre no dia seguinte. Estava feliz por ter sonhado com minha mãe! Sentia livre da culpa de ter discutido com ela e saído de casa. A partir daí, seguí adiante com minha vida.
O segundo sonho foi fantástico! Estava tendo um sonho angustiante. Algo,alguém estava sentado nos meus pés. Aquilo me fazia sofrer. Em seguida minha mãe apareceu no mesmo sonho e disse para à aquela pessoa que saísse dali. Que estava em lugar errado e com a pessoa errada. Que aquela pessoa era sua querida e adorada filha e que estava sob sua proteção . O fantasma afastou se de mim. Acordei bem cedo e extremamente feliz, passei no mercado de flores e escolhi as mais belas rosas para mamãe. Quando encontrei o seu túmulo, ajoelhei, e disse a ela: Adorada e querida mamãe, a senhora sempre estará no meu coração . Te manterei viva na minha mente até o fim da minha existência!! Te amo muito!! Descanse em paz.

Uma segunda chance...

(Obs.: história real. Não tenho certeza se elas estavam brigadas. Acho que entendi isso. A conversa foi em inglês. A Urzula Sasimowska ,uma polonesa que é minha cliente e amiga , meu autorizou a escrever sua história. E ainda pediu que colocasse seu nome. Urzula, todo meu carinho ... me perdoe se acrescentei um pouco ou retirei.. tentei fazer o mais perfeito possível. Um grande abraço!!)

Escrito por Heliomar Melo

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

OS ÚLTIMOS ALIENÍGENAS NA TERRA

Ano 10.000 a.c. , meus antepassados começam a fazer as primeiras experiências com animais na terra. Nosso planeta, que fica numa galáxia bem distante, estava e está prestes a desaparecer. Meu povo não pode habitar a terra na forma alienígena. O ar e muitos elementos que compõem o ambiente terrestre nos destruiria. Na nossa forma origina, seríamos exterminados no ambiente terrestre. Na verdade, derreteríamos. Tornaríamos poeira ao contato com a atmosfera terrestre. Por isso não invadimos a terra até agora. Nossos cientistas precisavam nos modificar geneticamente. Essa mudança genética não podia acontecer direto de humanos. Ou seja, não se podia transformar alienígenas em humanos. Não diretamente. E assim nossos antepassados fizeram as primeiras experiências para nos transformar em semi-humanos. O que sou agora. Sou parte humano e parte alienígena. Tempos passaram desde as primeiras experiências e meus antepassados tinham corpo de humano e cabeça de animal. Fomos considerados aberrações e perseguidos por muito tempo.
No auge do antigo Egito, começaram a nos confundir com Deuses. Antigos povos egípcios nos adoravam como Deuses. A principio era estranho. Afinal, na nossa cultura não adoramos deuses. Adoramos uns aos outros. Somos.... Conectados. Somos apenas um! Todos nós somos apenas UM. Complicado explicar pela lógica terrestre. Basicamente somos como um motor de carro. Todas as peças se encaixam para que o motor funcione. Todos por um!
Voltando aos deuses: Aproveitamos a ideia de termos sidos confundidos com deuses para continuarmos nossas experiências. Era muito conveniente essa historia de deuses. Enquanto acreditavam nisso, estaríamos protegidos para continuarmos com nossas experiências. Basta pesquisar na internet que verá desenhos das nossas antigas formas em monumentos egípcios. Nossas espaçonaves eram vistas nos céus do antigo Egito com frequência. Eles nos descreviam como discos de fogo.
Após ter conseguido fazer a mutação de alienígenas em humanos, a missão será trazer todos os alienígenas para a terra. Uma espécie de invasão pacifica. Todos os descendentes de alienígenas ou humanos com genes alienígenas, são abduzidos e é feito um ... Ajuste. Traduzindo: Um neurônio é ativado. O neurônio alienígena é ativado. Seria mais ou menos como ativar o lado alienígena. Mas isso não acontece com todos os semi- alienígenas. Alguns tem grau menos avançado. São abduzidos e não conseguem lembrar muito do que aconteceu. Mesmo sendo descendente de mutantes da antiguidade... Sua herança genética alienígena não é suficiente para ativar a memória alienígena. Nesse caso... Prevaleceu o lado humano. Essa ativação é feita por que com o passar dos tempos, o lado humano pode prevalecer e o lado alienígena pode ser esquecido. Essa é uma explicação de o porquê de algumas pessoas serem abduzidas e outras não. So são abduzidos os alienígenas. Ou seja, as pessoas que tem maior quantidade de genes alienígenas. Os humanos normais não são abduzidos.
Uma vez ativado o neurônio, este fica a espera da grande invasão. So nós, alienígenas, somos abduzidos ou vemos disco voador, óvnis e etc. Nós, alienígenas terrestres, estamos conectados telepaticamente com todos os outros alienígenas! Uns conscientes e muitos outros inconscientes. Lembra quando vemos uma pessoa pela primeira e temos a impressão que a conhecemos? " pode " ser que sejamos alienígenas na mesma frequência! Somos milhares e milhares de alienígenas habitando a terra! Filhos e mais filhos de alienígenas nascem todos os dias! Tentamos ter o maior numero de descendentes possível. Temos pressa! Precisamos de muitos corpos!
Muitas abduções são para fazer a transferência de mentes. Quando os alienígenas semi-humanos estão prontos, uma espaçonave abduz muitos terrestres para fazer a transferência de mente.
Alienígenas vem nessas super naves protegidas da atmosfera terrestre e todos os humanos geneticamente modificados são abduzidos e dentro da fantástica nave é feita a transferência de mente. O corpo do alienígena que acaba de chegar do seu planeta em ruínas é desativado e sua mente salva no cérebro do humano com gene modificado alienígena. A mente dos humanos transplantados não é apagada totalmente. Ou seja, a lado humano da mente é apagado parcialmente prevalecendo mais o lado alienígena.
Quando tivermos corpos humanos geneticamente modificados suficientes para o restante dos alienígenas que ainda estão no nosso planeta, ativaremos 100% da mente dos alienígenas transplantados. Ai sim, faremos a invasão da terra! Invadiremos a mente dos terráqueos e faremos da terra o nosso lar! Com tempo e com nossa tecnologia, apagaremos a memória humana deixando apenas a memória alienígena.

Enquanto os alienígenas não vem....

(OBS.: não sou e não conheço nenhum alienígena. Historia fictícia. Qualquer semelhança é mera coincidência. Não foi baseado em nenhuma história. Fruto da minha imaginação.)

Escrito por Heliomar Melo

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

O FANTASMA DA ENCRUZILHADA

Era apenas um pequeno povoado. Parece que o tempo não passou para aquelas pessoas simples e supersticiosas. Não existia aumotoveis . So se locomoviam a pe ,de carroça e a cavalo.
Quando precisam de mantimentos, tinham que ir na cidade vizinha.E so tinha uma estreita estrada de chão para chegar la.
Passam se anos e anos e o povoado continua do mesmo jeito! Nada muda!
A vida no povoado seria normal, se não fosse um FANTASMA que vive aterrorizando esse povo simples e humilde. Todo verão era a mesma coisa! Tinha famílias que ate passavam algumas privações . Se precisassem de algum mantimento a noite. ..Ninguém ia na cidade vizinha! Tinham medo do FANTASMA DA ENCRUZILHADA! Ninguém se atrevia a atravessar aquela encruzilhada!
Os relatos das aparições eram constantes. Diziam que quando aproximavam da encruzilhada, algo estranho acontecia. Sentia se um vento forte que nenhum chapéu parava na cabeça . Os cavalos assustavam e saiam em disparada. Inclusive aconteceram muitos acidentes por causa disso. Também disseram que algo tenta agarrar as pessoas pelas as costas. Todos estavam muito assustados! E o fantasma so aparecia no verão . Ninguém entendia por que ele so vinha no verão .
Ano vai, ano vem e as historias eram sempre assustadoras. Ate que um dia, veio morar no pequeno vilarejo um homem corajoso. Ele dizia que fantasma não existe. O recém chegado, por alguma razão , era querido pelas crianças e adultos. Tinha uma boa energia que era visível . Era carismático . Adorava contar historias! Era comum ver um monte de pessoas a sua volta para ouvir suas historias. Muitas sobre a cidade grande.
Ja cansado de ouvir sobre o fantasma, nosso futuro herói , faz uma promessa a todos do vilarejo. Que ao final daquela noite, desvendaria o mistério do fantasma da encruzilhada! Ja que ele não acreditava em fantasmas! O pessoal ainda tentou fazer com que ele desistisse. Mas ele não quis!
Era quase meia noite. Ele estava no meio da praça e via as portas das casas se fechando. Ele percebia no olhar de cada um, uma sensação de perda.De pena. Mas mesmo assim não desanimou! Saiu em direção a tão temida encruzilhada.
Seu cavalo ia devagar. Ate parecia que o animal sabia o que estava por vir. Quando estava próximo ,nosso bravo herói desceu do cavalo e foi andando de devagar em direção ao lugar onde aparecia o fantasma. Ele via uma arvore frondosa bem na encruzilhada. Exatamente onde disseram que o fantasma atacava as pessoas. Ele aproveitou que a lua estava cheia e ficou observando escondido numa moita perto da encruzilhada. Observava... Observava.... Mas nada do fantasma! Cadê o fantasma? Eram quase 3 da madrugada quando veio um cavaleiro desavisado para atravessar a encruzilhada. Nosso herói ficou observando. Quando o cavaleiro estava embaixo da arvore...Algo aconteceu! O chapeu do cavaleiro voou longe! E este saiu em desespero. E nosso herói não conseguiu ver nenhum fantasma! Nada! Mas ainda assim, ele continuou ate amanhecer. Quando começou a clarear, percebia se uma grande coruja em cima da arvore! Exatamente no galho que ficava em cima da estrada! Ou seja, todos que aproximavam da arvore, a coruja atacava! Atacava para defender seu ninho!Mas ninguém conseguia ve- la! Era rápida e o medo impedia as pessoas ate de olharem para trás ! rsrs
Nosso herói pegou sua espingarda e atirou na coruja.
Chegou de manha no povoado gritando que havia pego o fantasma. Mostrando a coruja morta a todos!
E assim termina o pesadelo de um superticioso vilarejo.

Obs.: Historia verdadeira. Um amigo me contou. E foi ele quem matou a coruja.Acho que não precisava matar a coruja. Mas....

Superstições ...

Escrito por Heliomar Melo

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

O GRITO DE JOANA DARK

Sou Joana Dark, nasci em 1412 em plena guerra dos cem anos, no vilarejo de Domrémy na França.
Lembro claramente daquele dia infernal! Enquanto sentia o calor das chamas subindo pelas minhas pernas, podia,apesar da dor insuportável, Rever todas as lembranças da minha vida. Tudo vinha a minha mente como uma mensagem divina.
Lembrava claramente da primeira vez que ouvi as sagradas vozes. Quase fiquei louca! Foi angustiante. As vozes não paravam nunca! Queria que parassem, mas não paravam! Aos poucos fui acostumando e aprendendo . Já podia entender o que as vozes me falavam e o que queriam de mim. Disseram que eu tinha que conquistar a coroa para Delfim. Teria que me alistar no exército Frances. Tinha que coroar o rei Delfim, essa seria minha missão . Para isso tive que cortar meus cabelos e colocar vestes de homem. Me sentia muito bem com a aparência de homem. Me identificava mais como homem! Não tinha os aspectos femininos comuns nas mulheres. Eu era uma guerreira! E no exercito Frances não havia lugar para mulheres. Então , me transformei num homem valente e destemido! E assim, consegui cumprir a minha missão ! Dei a coroa ao rei Delfim!
Enquanto sentia dores incapazes de serem narradas, ouvia um coro covarde o seguinte refrão : Bruxa! Bruxa! Mentirosa! Mentirosa! Aquela humilhação doía mais que fogo voraz que me queimava as carnes! Dediquei minha curta vida a minha amada Franca! Me sinto orgulhosa.
Meus anjos tentavam me orientar para que eu não sentisse as dores. Mas não eu conseguia.. Minhas carnes ardiam!ARDIAM!! Eu GRITAVA! GRITAVA! Mas ninguém
me ouvia! Todos pareciam estar alegres com a fogueira! Com meu sofrimento! Os senhores de deus, estavam próximos e eu podia ver satisfação em seus olhos!
Que Deus eles adoravam? Eu rezava e em cada segundo, tinha certeza do meu amor por Deus!
Em minutos as chamas tomaram conta de todo corpo! Escureceu! As dores finalmente sumiram .Me senti leve. Senti paz. Nesse momento me encontrei com Deus.
Fiquei no esquecimento por um longo período . E.. que ironia, resolveram me canonizar. Era a maneira que a igreja encontrou para remediar a injustiça que fizeram comigo. Me transformaram em uma santa! Eu apenas queria viver! Queria viver mais que 19 anos! Primeiro me a assassinam aos 19 anos por heresia, depois me transformam em santa?
Quanto mais eu tento entender o homem...menos eu o compreendo.

Lágrimas de Joana Dark.

(Sou um ator escrevO e vivO intensamente cada Estoria e suas personagens. Obs. Não sou Joana Dark; Não sonhei com ela;Não recebi nenhuma mensagem
dela;não sou seu descendente.APENAS ESCREVO ESTORIAS!)
O desabafo de Joana Dark é ficticio. O resto é real)


Escrito por Heliomar Melo
__________________________________________________________________________ COMENTARIOS:
Mistérios, Magias ou Milagres. disse...
Real ou Imaginário é uma história linda.
Joana Dark é minha heroína desde a adolescência.
Só podia ser alguém tão especial como você para
escrever sobre essa fantástica e imortal jovem mulher. Obrigada, obrigada, obrigada querido amigo. bjs Heudes.
______________________________________
Heliomar melo disse...
Obrigado querida Heudes!
Sao comentarios incentivadores como estes,que faz a gente querer escrever mais e mais.
Tantos tentaram me desanimar.... E voce me joga para cima! So prova o quao voce `e especial!
(algumas lagrimas foram perdidas nessa historia.Quem acha-las,favor devolver.rsrs)
Um abracao do coracao minha querida amiga!
__________________________________________________________
...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...
Meu amigo!
Estou lendo um livro "O Cristo recrucificado" que fala sobre a hipocrisia da Igreja...eles gostam de pessoas que falem as verdades desde que estejam mortas para que não falem mais nada e eles possam deturpar suas palavras!!

Amei o seu texto!!! Um beijo ! Sonia Regina.
______________________________________________________________
Heliomar melo disse...
Sonia Regina,Voce captou a essencia do texto! Fantastico!
Eu me pus no lugar dela e imaginei o que uma pessoa naquela situacao,estaria pensando naquele momento. O texto esta no passado. Ate quis coloca-lo no presente,mas me limitava.
Um prazer ter voce aqui de novo!!!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

ATLÂNTIDA E A ARCA MARCIANA

Marte, ano 6.010 . Marte agora é habitado. Ha muito tempo atrás, a terra foi quase destruída por guerras atômicas. Em meados do ano 3.000, os cientistas da terra modificaram geneticamente embriões para se adaptarem a marte. E apartir dai, começa uma grande aventura para salvar a humanidade da extinção. As guerras
político/religiosas não paravam. A terra iria ser totalmente destruída a qualquer tempo. As terras já quase não mais produziam alimentos. Estavam contaminadas. Meus antepassados acreditavam que o planeta terra seria totalmente destruído. Acreditando
nisso, os governantes daquela época encarregaram de trazer para Marte a maior quantidade de pessoas . Mas infelizmente naquela época Marte não tinha suporte para abrigar todos da terra. So os mais importantes e ricos vieram.
Por causa da radiação, Marte não tem problemas com energia. Desenvolvemos uma tecnologia que transforma radiação em energia para o consumo.
Envio essa mensagem a qualquer planeta onde exista vida. Fora a terra . Pois la continuam vivendo de maneira precária muita e muita gente.
Envio essa mensagem a quem possa nos ouvir. Acreditávamos que estaríamos seguros para sempre em Marte. So que as coisas não estão bem por aqui. Por causa da nossa interferência, o planeta Marte explodirá em uns 10 anos. E pior e que não podemos morar na terra.
Eu e meus ancestrais, fomos mudados geneticamente. Não sobreviveríamos na terra. Não do jeito em que ela se encontra hoje. Nosso presidente, aqui de Marte, e todos os cientistas tanto daqui como da terra, se uniram numa missão muito arriscada.
Já tínhamos máquina do tempo. Mas elas so funcionavam apartir do ano em que foram construidas. Ou seja, so poderíamos viajar no passado,ate o dia em que a máquina foi construida.Mas, Cientistas marcianos e terrestres conseguiram construir a máquina do tempo que vai a qualquer época! Em qualquer parte do passado!
E assim, construiram uma base no passado. No ano 3.000 antes de cristo.
Essa base se chama Atlântida. Foi construida no fundo do mar.Uma grande cidade, no fundo do mar! A missão será modificar o curso da historia para tentar evitar a destruição da terra no passado. Agentes seriam infiltrados em épocas de conflitos para tentar modificar o futuro. Se conseguirem implantar a paz, tudo indica que o curso da historia mudaria. Os agentes iriam interferir em muitas épocas.
E teria que ser de maneira sutil. O povo do passado não pode saber. Qualquer distorção do passado mal calculada, seria um desastre ainda maior!
At é com perigo da extinção definitiva do humano e marciano. Se eles conseguirem evitar o caos em que a terra se encontra agora, ano 6.010, nós marcianos ,
poderíamos viver na terra. E aquilo tudo que aconteceu a terra, simplesmente não iria acontecer! Afinal, o passado de conflitos que geraram a quase destruição da terra, não existiu.
Eu, um humilde cidadão marciano, imploro que se alguém fora de Marte e da Terra estiver vendo/ouvindo essa mensagem, por favor, nos ajude. Pois não tenho certeza que o plano para distorcer o curso da historia funcionará .

Humanos e marcianos

(obs.: A Heudes, deu a ideia de uma historia sobre a arca de noe.Onde incluia a Atlatida. Acabei escrevendo algo diferente.Mas com a ideia de arca... que significou os embrioes que foram levados para Marte.... / Ela me inspirou. Obrigado Heudes!)

Escritos por Heliomar Melo

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

LÚCIFER E A GUERRA DOS DEUSES

Desde os primórdios os deuses fazem parte do imaginário e da cultura de muitas nações. Eram centenas de deuses!Thor,Zeus,Apolo,Diana,Horus,Mithra,Attis,Afrodite ,Hera,Poseidon,Dionizio,Ares,Ra,Bastet,Isis Osires,Geb, Toth,Hator, Chu,Hebe,Vulcano,Eros.
Cada povo tinha seu próprio deus! Era até mais democrático que hoje! Rsrsr Eu também quero um deus só mim! Rsrsr
Cada povo idolatrava seus respectivos deuses. Mas... de vez em quando ... alguns deuses perdiam a paciência! Rsrsr E aconteciam verdadeiras guerras nos céus ! Como pode deuses brigarem? Comportem se meninos! Rsrsr É muito feio ficar brigando por ai! Rsrs Não . Não. Nada de trovão! So estou brincando!! Rsrsr tenho medo de trovões ! Rsrs ah meu Deus onde eu estava? Ah ,sim. Continuando: Quando alguma tribo,vilarejo,povos... entravam em guerra, quem perdesse a guerra... também perderia seu Deus! Sim! O deus do povo perdedor, seria transformado em demônio! Que horrível Rsrs Coitado..... o povo perde a guerra e o deus é quem paga! Que injustiça divina... Enfim, eu não tenha nada a ver com isso! ( eu me meto em cada fria...)
O deus romano Lucifero (lúcifer) era considerado a Estrela da Manhã. Segundo dona enciclopédia Wikipédia,o deus Lúcifer era dotado de 3 aspectos: O CORNÍFERO - Senhor das florestas selvagens e deus da fertilidade; O ENCAPUZADO- Senhor dos campos e das plantações .Rei da colheita e da flora;O ANCIĀO – Senhor da sabedoria e guardam dos santuários. A dona Wikipédia ainda diz mais: Diz que o deus romano Lúcifer era considerado senhor da estrela matutina e vespertina.Ela diz também...to falando da dona Wikipédia! (que diabos!rsrsr) Ela diz que Dianus Lucifero também era conhecido por: Divino Portador da Luz...blábláblá... cansei!
Eu não entendo! Por diabos esse deus romano acabou virando o diabo em pessoa? Não era um deus? Por que agora é diabo,satanáz,demônio...
“Segundo um senhor extremamente inteligente , A explicação para isso foi erro de tradução feita por São Jerônimo que traduziu Eosthoros como Lúcifer. O original em Hebraico fala em Estrela da Manhã .A demonização de lúcifer aconteceu quando foi comparado a queda rápida da estrela da manhã (venus) com a queda do rei Nabucodonosor. “
Pois é, o mais temido dos demônios de todos os tempos não passa de mais um deus do imaginário de povos antigos! Pode uma coisa dessa? Fico até mais aliviado. Não preciso me preocupar com aquelas frases típicas: Isso é coisa do diabo;o diabo esta te tentando;o diabo disse isso,disse aquilo... blablablabla....
Esses diabos estão a todo momento se transformando em deuses! Desse jeito ninguém obedece! Esse mundo está perdido! Rsrsrsr

Seja bonzinho (a) e comportado (a)...........

Obs.: Não sei de nada. Se alguém falou alguma coisa foi a dona enciclopédia Wikipédia. Não vivi nessa época. Não tenho nada a ver com a confusão dos deuses e nem com a tradução de São Jerônimo!Não quero saber de brigas com deuses ,apóstolos/profetas e nem com diabos! Me deixem fora disso! Rsrs (texto destacado por aspas pertence ao Sr Laurus.E tambem a parte sobre guerras. Grande entendedor do assunto)


Escrito por Heliomar Melo

terça-feira, 10 de agosto de 2010

A ÁRVORE ENCANTADA

Interior da Inglaterra. Uma cidade chamada Bath, que parece um sonho de tão linda que é. Enquanto caminhamos, nos deparamos com flores em grandes vasos enfeitando ainda mais aquela cidade. Variadas cores de flores torna esse lugar encantado!
Um rico homem de meia idade, já cansado de tantas badalações e bajulações... Resolve morar neste paraíso chamado Bath.
Victor, sempre foi rico e teve tudo que o dinheiro pode oferecer. Glamour e luxo faziam parte do seu mundo.Victor tinha tudo que uma pessoa normal desejava. Mas não era feliz . O vazio no seu peito era constante. Ele queria algo mais! E aos poucos... Devido a uma crise, foi ficando cada dia mais pobre. Os muitos e supostos leais amigos... Foram se afastando. Os sorrisos agora, eram contidos. Os Tapinhas nas costas... Escassos. Victor pôde perceber finalmente que vivia numa falsa realidade! Num falso mundo! Por isso ele não sentia a felicidade que tanto queria!
Já falido e com uma pequena pensão, resolve ir morar em Bath, interior da Inglaterra.
O dinheiro era pouco, foi obrigado a morar numa pequena casa num vilarejo humilde próximo a grandes mansões. A casa, na verdade, era um trailer!
A casa toda media 3 m2. O teto quase encostava em sua cabeça. Bem diferente das mansões que sempre morou! E assim, o velho victor, recomeçava uma nova vida! Ele nunca falou de sua vida anterior aos seus novos vizinhos.
Victor fez poucas amizades. Masos poucos que tinha, eram amigos sinceros. Não tinham nenhum interesse, Já que nessa nova vida ele era pobre.
O vilarejo era muito arborizado. Pássaros dominavam o céu daquele lugar encantado. Victor alimentava os pássaros e estava muito feliz!
Num canto na frente do trailer, Victor fez um santuário para seus pássaros. Um canto, só para seus pássaros! O seu isolamento com o mundo dos humanos, o fazia compreender o mundo dos pássaros! Era algo novo para ele! Entendia perfeitamente quando o seu pássaro preferido o alertava quando pombos aproximavam para comer sua comida. Os sons eram específicos. O pássaro, emitia sons diferentes para cada situação.Victor podia entender quando o pássaro fazia um sinal de... Apenas um simples “ oi”, como se dissesse: Estou te vendo! Também emitia um sinal de nervoso por causa dos ladrões de comida. Esse som, era mais nervoso. Tinha também o canto. O pássaro cantava próximo ao velho Victor. As vezes cantava em cima a parreira, a menos de meio metro de Victor... Victor, com muita frequência colocava um pequeno banco para ficar mais próximo do seu amigo pássaro. E assim, eles revezavam o canto (Victor assoviava). Outras vezes, o pássaro ficava lá no alto de um pinheiro majestoso observando o seu amigo Victor. Os alertas eram frequentes. O velho humano... Muitas vezes se pergunta se realmente estava tendo uma comunicação com os pássaros. Mas isso não importava muito, o que importava é que ele estava feliz como nunca esteve! Finalmente se sentia conectado com a natureza e com todo o universo!
Certo dia, Victor foi surpreendido com a visita de um senhor dizendo que teria que desocupar a pequena casa. Uma grande empresa comprou todo o vilarejo. Ele, e todos os outros humildes moradores teriam que desocupar as casas o mais rápido possível. E assim foram feitas as desapropriações .Victor, muito magoado, voltou para Londres.
Meses mais tarde, recebeu um telefone estranho. A voz do outro lado o disse que ele teria que voltar imediatamente à aquele pequeno vilarejo em que morou o mais rápido possível . Era uma emergência! E assim, ele o fez. E chegando lá, pode entender o que estava havendo. Pássaros invadiram todo o vilarejo e também as mansões próximas do humilde vilarejo! Os pássaros estavam raivosos! Sons agressivos eram emitidos! As pessoas estavam assustadas! Houve relatos de pessoas que foram agredidas pelos pássaros! Algo extraordinário estava acontecendo naquele mágico lugar! Por pressão dos ricos moradores e dos pássaros, A grande empresa cancelou da compra do vilarejo. Todos os antigos moradores voltaram para suas casas. Victor também foi para sua pequena casa.
Os pássaros, ainda estavam agitados. Uma nuvem de pássaros se formou no quintal do velho Victor! Toda a vizinhança observava aquele fenômeno extraordinário! Victor, subiu no telhado da pequena casa e milhares de pássaros voavam em círculo em a volta! Era como um furacão! Um furacão de pássaros! Ao mesmo tempo se via um enorme clarão vindo de dentro do majestoso pinheiro . Uma luz brilhante saia do meio do enorme pinheiro! E como mágica! Victor, é levado pelos milhares de pássaros até o clarão! E quando chega lá em cima, vê-se um portal! Um portal para outra dimensão!
Antes de entrar, Victor olha para baixo sorridente e acena para seus amigos. E finalmente entra no portal. E nesse momento, todos os pássaros num canto rítmico, se adentram no meio do majestoso pinheiro. E aos poucos... O silêncio domina aquele encantado lugar.

Portais do tempo.

(obs.: Eu morava em Bristol, e fomos, eu e meu patrão entregar umas encomendas. Fiquei fascinado com a beleza de Bath! A historia já estava pronta quando faltava conferir o nome da cidade, quando descobri que essa cidade é conhecida por fenômenos paranormais. E eu não sabia nada disso antes de escrever. Achei estranho... )

Escrito por Heliomar Melo

domingo, 1 de agosto de 2010

OS MAMUTES SĀO ETERNOS

Eu era um mamute vistoso.Meus pelos brilhavam. Eu e toda manada éramos felizes.Lembro como se fosse hoje, os pássaros fazendo festa nas minhas costas.Eles sempre tiravam os parasitas me que me incodava . Lembro daquela savana... o mato era de um verde tão... intenso que parecia um enorme tapete mágico! E minha árvore? Lembro da minha árvore!Sim! Todos os mamutes tinham sua própria árvore para se coçar!E tínhamos um pacto de cuidar de nossas árvores.Lembro também daquela mamute... uma fêmea mamute rebelde.Eu ja estava quase a conquistando! O paraíso estava perfeito até percebermos que éramos os últimos mamutes na terra! Descobrimos que só existia a nossa manada!Éramos pouco mais de 40 mamutes!Estávamos sendo extintos!Os primitivos e selvagens humanos nos matavam com suas lanças afiadas!Eu mesmo presenciei e escapei de várias emboscadas.Esses selvagens não param nunca!Sempre nos matando.. matando... Mataram a minha querida e peluda mamute!Quis morrer!Implorei bem alto a minha fada madrinha que me tirasse daquela angustia. E naquele exato momento veio uma nuvem negra!Ela circulava ao meu redor.Fui ficando tonto..tonto...até... que desmaiei.
Acordei aqui. Nos dias de hoje na pele de um humano. Agora eu sou um humano! Que ironia do destino!
Fui educado como humano. Sempre soube da minha real identidade. Preferi não falar com os humanos sobre isso.Até tentei falar para meus pais humanos mas,eles Pensaram que eu estava louco. Então me calei.
Hoje vivo entre os humanos que se consideram modernos. Não estou bem certo disso. não vejo muita diferença dos humanos primitivos.
Hoje em dia são tantas barbaridades.Guerras e mais guerras! Guerras por quaisquer motivos! A ganância,dinheiro e poder estão impregnados na sociedade moderna quase como uma obrigação! Quase como uma regra básica!Fome e miséria faz parte do cotidiano.Como pode alguém estar bem ,se sentir feliz , sabendo que pessoas passam fome? Crianças... crianças passando fome... Eu realmente não entendo como humanos do presente se acham modernos e evoluídos...
Famílias não são tão unidas; pais e filhos não se entendem.... amigos.... são peças raras. Deuses e mais deuses foram criados para humanizar o homem. Para torná-lo bondoso. Onde está essa bondade? Que deuses são esses que anulam uns para que outros se sintam perfeitos?
O humano moderno está prestes e se auto destruir.Bombas e mais bombas " garantem" a paz...Até quando?
Não Sei mais se quero continuar humano....Sinceramente? Prefiro que o encanto seja desfeito e enfrentar as lanças dos primitivos e selvagens humanos da época em que eu era mamute . Pelo menos eles matavam e magoavam só para saciarem sua fome! Matavam para tirar a pele para cobrir do frio.Era uma questão de sobrevivência. Bem diferente de hoje.
O egoísta homem, que se julga civilizado nos dias de hoje, mata mais que quando era considerado o primitivo homem das cavernas!

Os homens das cavernas são eternos..


Escrito por Heliomar Melo

quarta-feira, 28 de julho de 2010

ANO 3.010 E AS GAIVOTAS ENCANTADAS

Chips são implantados no cérebro das pessoas. Elas vivem conectadas 24 horas. Igual a um telefone. O chip funciona do mesmo maneira que telepatia. As pessoas se comunicam através do pensamento. Codificaram mais de 500 frases do pensamento. Por exemplo, Você pensa em: como vai você ? O chip transforma esse pensamento em um sinal codificado e o transmite para outro chip do outro lado do mundo que está na cabeça de outra pessoa que é recodificado para o cérebro desta pessoa. Não importa o idioma! Você se comunica so com o pensamento! A comunicação pode ser feita com alguém da sua lista de endereços . O mesmo sistema de emails.
O chip também monitora sua saúde . E o medica caso precise . Claro que antes é feito um checup para detectar seu problema de saúde .O chip terá instruções para o seu problema de saúde .
Hologramas substituem os antigos laptops. Hologramas em alta definição são usados a qualquer tempo e em qualquer lugar. Basta que você tire um dispositivo do pulso e o coloque em um lugar fixo. Tudo é transmitido via Bluetooth direto do seu chip. Se pode ver filmes , internet, Games, falar com imagens, pensar com imagens etc.
O chip é usado para vários fins. Mas existe uma lei internacional que não permite que as pessoas sejam monitoradas sem fins justificáveis.
Em 3.010 o transporte também revolucionou. Temos viagens que foram reduzidas 1/7 do seu tempo. Velocidades 7 vezes mais rápidas que antes. Isso se deve ao uso do magnetismo da atmosfera. O único problema é que so podem viajar em linha reta.
Já temos uma colônia em marte. E tudo indica que em pouco tempo se formará uma grande cidade. Ainda não daria para respirar o ar de marte apesar das várias tentativas de torna – lo respirável . Teria que ter proteção . Algo parecido com uma cidade dentro de uma grande redoma de vidro.
As riquezas estão equilibradas. Existem leis internacionais que protegem os países mais pobres. Inclusive, lei que obriga o rico a amparar o pobre. E se alguém passar fome, os ricos serão responsabilizados.
Genetica : as novas gerações foram transformadas geneticamente e são imunes à muitas doenças.
Na religião muita coisa mudou. A maioria das religiões seguem uma mesma bíblia que foi devidamente modificadas se adequando a nova realidade. Agora é a era de aquários e quem reina no mundo bíblico é a mulher. Jesus, pertence a era de peixes. Madre Tereza de Calcutá inicia a era de aquários, sucessora da era de peixes.
Tem uma profecia que ainda é um calo nos pés dos ateus. A profecia falava de gaivotas. Muitas gaivotas. A profecia dizia que, num dado momento iria acontecer uma tragédia. Mas as vítimas não iriam sofrer. Era confuso isso. As pessoas se perguntavam: como vitimas de uma tragédia não sofreriam? E assim, anos e anos passaram até que ainda na era de peixes, aconteceu a terrível profecia bíblica! Um terremoto seguido de um tsunami devastou o Chile! Uma tragédia!
Vieram ajuda humanitária de muitos países . Vasculharam os escombros e algo misterioso estava acontecendo! Não haviam corpos! Não haviam corpos! Todos os corpos Sumiram! Ao invés de corpos, saiam várias gaivotas dos escombros! Centenas de gaivotas saiam de dentro dos escombros como num passe de mágica ! O céu estava coberto de gaivotas! A profecia se concretizou. As vítimas viraram anjos. Anjos em forma de gaivotas elas não sofreram , viraram gaivotas e continuam vivas na costa chilena.

Coisas do futuro.

(todo meu carinho e meus pêsames por essa nação Chilena que sofre tanto com essa tragedia)

Escrito por Heliomar Melo

terça-feira, 27 de julho de 2010

ANTIGO EGITO E UMA TAL DE CLEOPATRA

Cleópatra estava arrasada. Havia perdido a guerra junto com Marco Antonio . Este, sumiu! Dizem as mas línguas que ele estaria morando em uma ilha paradisíaca
Cleópatra não queria ser vista como uma derrotada. Logo deu um jeito. Precisava cometer suicídio Mas ...o seu inimigo...(esqueci o nome dele!
pula essa parte!) Não a deixava morrer. Tudo era revistado antes de chegar ate Cleópatra . Sua comida... blablabla e etc.
Não sei como apareceu uma cobra dentro de um balaio.Essa cobra iria morder Cleópatra e esta,(Cleópatra ,claro.) iria morrer. Mas Cleópatra , nunca foi burra.
Era maquiavélica . Ela queria que todos pensassem que ela estava morta. O que ela fez? Ela enganou a cobra! Verdade! Cleópatra enganou a cobra!
Ela colocou uma dedeira no dedo ,(claro! Onde seria?) e fingiu ter sido mordida pela cobra.(como saio dessa? Pensa,pensa! Inspiração ! Inspiração! Cadê você ?) Ela, Cleópatra, se picou!
E em seguida tomou uma poção que pararia seu coração por um determinado tempo.(igual o que aconteceu com a bela adormecida.) Continuando:
A rainha do Egito teve uma velório com toda a pompa! Logo depois daquele ritual,(velório ) alguns servos fieis retiraram a quase-defunta
do caixão e a levaram-na a mesma ilha em que estava Marco Antonio. Este estava esperando sua amada. E junto com ele, estava uma maquina do
tempo.( Sim! Eu disse maquina do tempo!Por que? Qual o problema em minha historia ter uma maquina do tempo?CARO LEITOR! Estou tentando achar
inspiração para minha historia! 12345678910...inspira... expira..uuuuuuu.) Continuando: Marco Antonio disse a Cleópatra que estava
tendo contato com alienígenas e.....( Caro leitor? ESTOU tentando me concentrar! Qual o problema em O Marco Antonio ter amigos alienígenas ?
Eu pessoalmente tenho amigos QUASE alienigenas ! Respire fundo ..123456789,10 ou....)Continuando:... Cleópatra ainda estava tonta
da alta dosagem da poção Combinaram que iriam para o passado. Um passado distante. (Hummmmm...... CARO LEITOR, CARO LEITOR! Estou tentando viajar
nessa historia!Estou tentando incrementar meu blog! Apesar de ninguém clicar nesses anúncios !Que raiva! Vou acabar indo a falência !Falo mesmo!)Continuando de novo!(onde eu estava,mesmo?) ENTRARAM na maquina do tempo e foram parar......
atrás de um morro. Saíram da maquina e subiram a colina e viram muitos morros em volta e La embaixo 3 arvores. Cleópatra estava morrendo de
fome! Afinal, a viagem foi longa. Ela desceu morro a baixo e foi direto na arvore do MEIO! Pegou frutos apetitosos e comecou a a devora – los
Comeu todos os frutos que viu! Comeu tanto, que caiu em cima de uma cobra que estava embaixo da arvore. A Coitada da cobra morreu de imediato! E nesse instante vem um homem gritando: O que você
fez! O que você fez!
Cleópatra : O que eu fiz?
O homem: Você comeu os frutos da arvore do meio?
Cleópatra : Claro! Eles estavam mais bonitos!E deliciosos!
O homem: Não acredito no que esta acontecendo!Eva! Eva! Onde esta você ?
Eva: O QUE FOI ADAO? Que escândalo ! Estava ali no matinho... poxa ... não se tem privacidade!
O homem:(ofegante): Ela comeu do fruto proibido! Ela comeu do fruto proibido!
Eva: Meu Deus!!! Estamos arruinados!Odeio essa mulher!Sou EU quem teria que ser famosa! Ninguém mais vai lembrar de mim!! Buuuaaaa!!!
Logo em seguida chega o Marco Antonio e não entende nada daquela situação .
Ta vendo? Cleópatra bagunçou o paraíso ! Foi culpa dela! Foi a Cleópatra ! A Eva era inocente o tempo todo! E a coitada da cobra? Sempre levou a culpa !

Essa tal de Cleópatra ....


Escrito por Heliomar melo

sexta-feira, 9 de julho de 2010

OS DEUSES NAO MENTEM JAMAIS

Era uma sociedade secreta poderosa. Formada por pessoas do mais alto nível de inteligência. Eles tinham o controle do poder! Se intitulavam G-12. Existiam rumores que eles pertenciam a um outro planeta numa galaxia muito distante.
Ja estava terminando a era de aries. De 2.150 anos em 2.150 anos, muda de era.
Muitos interpretavam como o fim do mundo. Mas na verdade era apenas o fim de uma era. De um determinado tempo. E essa transição, é marcada porque o eixo da terra gira em torno dele mesmo. E isso acontece exatamente de 2.150 em 2.150 anos. O fim de um determinado ciclo zodíaco. Cada signo do zodíaco, significa uma nova " era".
O G-12 estava abalado. Seitas pagãs apareciam do nada! A fortaleza que dominou
por centenas de anos... Estava ficando fraca! As pessoas, antes devotos fervorosos,
ja não eram tão fieis! Os pagãos estavam adorando outros deuses.
O atianismo estava a cada dia perdendo força. Lideres do grupo Attis estavam preocupados. Eles também se deparavam com outro problema interno: os fieis antigos não queriam largar os ritos da era anterior, a era de aries. Eles cultuavam um bezerro de ouro. Isso simbolizava a era de aries., que deveria ser esquecida. Os homens da sociedade secreta tinham que tomar providências urgente! Pela tradição, teriam que mudar de era. Largar a era de Áries para trás e seguir a era de peixes. Então, disseram que o mundo acabaria ao final daquela era. Assim eles teriam mais controle da situação. O medo tornaria as pessoas mais obedientes. Logo eles parariam de adorar o bezerro de ouro. Com isso, largariam a antiga era. E assim aconteceu.
Reuniões e reuniões. Eles precisavam tomar decisões. A era de peixes estava quase começando! Algo teria que ser feito! As seitas pagãs estavam crescendo! Inclusive, uma delas se destacava. Havia um ritual de fertilização e um deus chamado lúcifer. Ele era invocado num ritual onde um casal fazia amor em frente a todos. Os Ittianistas, logo deram um jeito de transformar esse deus da fertilidade em um temido demônio! So poderia ter um deus: Attis! E dessa maneira, acabaram com vários deuses concorrentes! Os transformaram em demônios!
Os reis também estavam ficando fortes e poderosos! Eles eram adorados como deuses.
O grupo dos 12 decidiu que adotariam o mesmo sistema Horus, deus do sol.(Horus,deus grego.) Afinal, havia dado certo com os deuses Mitha, krishna, Dionisio e outro. Por que não daria certo com o Attisnismo?
Tinha um profeta ja conhecido na região . Uma legião de pessoas o adorava. O G-12, viu naquele humilde e extremamente inteligente homem, a saída para o grande problema. Alguém teria que ser sacrificado para se iniciar a nova era! A Era de peixes! Sem esse sacrifício, a Attianismo cairia no esquecimento!
Aos poucos foram aproximando do tal profeta e o convidou para fazer parte daquele grande grupo. Ele aceitou por que constatou que era uma causa nobre. Ainda relutante, o simples homem ouvia atentamente seus líderes. E assim, nosso herói agora com o nome de Attis, cumpriu tudo o que foi previamente combinado. Inclusive com a participação do seu melhor amigo Lucas. Attis desafiou reis poderosos! Foi exemplo de bondade... E a cada dia era mais venerado! Uma legião de devotos o seguia! Cada vez mais, os reis da época estavam incomodados. Muitos attinianos eram massacrados. Os reis eram impiedosos! Queriam a todo custo acabar com aquele movimento que ganhava força a cada dia! Mataram muitos attinianos! Isso so fortaleceu ainda mais o attianismo. Tudo estava de acordo com o plano. Attis sabia que tinha um grande desafio e que estava chegando a hora. Seu tempo estava acabando. Ja era hora de terminar sua missão. Attis chamou seu amigo inseparável Lucas, e lhe deu as instruções do que ele teria que fazer. Lucas não queria, mas o amigo Attis não aceitou sua recusa como resposta. Lucas sabia das conseqüências. Mas mesmo assim, por amizade e fidelidade, acabou concordando.
Dias antes do grande acontecimento, os dois amigos eram vistos passeando pelos bosques em lágrimas. Estava decidido! Não tinha mais volta. O Attianismo dependia deles. Alias, toda uma legião de devotos dependia dele! Sua missão teria que continuar!
E então.... Tudo aconteceu como o previsto. Attis morreu. Morreu na cruz como ja era previsto. Sua morte marca um novo tempo. Sua morte marca o início da era de peixes.
O ritual se cumpriu. O início de uma nova era! A esperança de um novo tempo invade o coração de todos os devotos! Muitos e muitos não devotos também se aderem ao grande movimento! Corações se enchem de esperança! O attianismo venceu!
O attianismo reinou até o fim do mundo! O mesmo fim do mundo da era de aquarios.
Séculos mais tarde, descobriram um pergaminho perdido de Lucas, onde ele narra o seu grande feito e sua grande derrota. Ele relata o quanto foi difícil para ele aquela decisão que tomou. O carrasco de todos os tempos... Agora.... Se tornou em um herói.

Verdades e meias verdades.

( Ficíicia. Fruto da minha imaginação. Quebrei elos e os remontei fazendo minha própria história. Aqui tem histórias verdadeiras modificadas. Mitos antigos em tempos diferentes. Obs.: Eu sei sobre a era de peixes.)


Escrito por Heliomar Melo

segunda-feira, 5 de julho de 2010

O BAR E OS CLIENTES

Jose era um velhinho simpático e agradável. Ele era dono de um bar. Um simples bar. Tinha meia dúzia de mesas na frente do balcão. O estabelecimento em antigo. Uns quadros de marinheiros enfeitavam uma parede rústica. O bar lembrava um passado remoto. Era como... Um túnel do tempo. As pessoas se sentiam no passado.
Naquele dia Jose estava colocando seus deliciosos salgadinhos no balcão cuidadosamente limpo. Tinha pão de queijo,kibes,uns enroladinhos... Quem olhasse para aquela vitrine, esqueceria a dieta.
Chegaram dois clientes. Um senhor de cabelos grisalhos e um adolescente. O adolescente vestia uma roupa.... Diferente. Pareciam pai e filho. Sentaram e o senhor mais velho pediu um café. O garoto não quis nada. Jose afastou se e ficou a observar la detrás do balcão. Jose reparou que os dois choravam. Quase não falavam.
Entrou mais duas clientes. Uma senhora um pouco obesa e uma moça. Aquela senhora ja veio direto ao balcão! Admirava os salgados. Cada tipo de salgado que ela via.. Ela dava um grito de ... Satisfação. A moça, ficou atrás e sorria discretamente. Eram mãe e filha. A senhora pediu uma variedade de salgados, doces... Sucos para ela e a filha. E levou para a mesa. Pôs aquela bandeja na frente dela. A filha, observava .Começaram a conversar. Era uma conversa suave. As lágrimas eram contínuas. Jose percebia que a senhora nunca comia. So admirava os doces e guloseimas.
Foi entrando mais pessoas. Sempre aos pares. O estilo das roupas era intrigante. Pediam cerveja e não bebiam... E todos choravam em suas conversas. Parecia uma espécie de encontro. Mas eles não se conheciam. Só os pares se conheciam. Dava para perceber que eram pais e filhos... Maridos e esposas...
Mas por que eles estavam ali? Por que 12 pessoas se encontram no mesmo lugar e só conhecem quem está na mesa com elas? E por que todos choravam? Por que parecia que cada par estava conversando sobre a mesma coisa?
Jose muito intrigado, se dirigiu ao centro do bar. Pediu a atenção de todos. Perguntou o que estava havendo. Que estava curioso. Algo estranho estava acontecendo no seu bar. E ele precisava saber.
Depois de um certo silêncio... Um por um começou a explicar. Explicaram que queriam uma segunda chance de ver seus entes queridos. E que estavam tendo essa segunda chance. A metade deles eram falecidos. Estavam tendo um último encontro. Por algum motivo o bar os atraiu proporcionando um lugar perfeito para esse encontro.
Jose agora entendia o porquê da roupa estranha, por que alguns não comiam...
Jose ficou um pouco assustado. Não entendeu logo. Ele os atraiu. Ele sempre soube do seu lado espiritual aguçado. Aproximou de cada mesa e perguntou quem era o... falecido. E aos poucos foi entendendo tudo. Conversaram... festejaram... Aquela era uma noite muito especial.

Além da vida.

(Obs.: 30% foi um sonho. Mudei para ficar mais interessante. Mas preservei o foco principal.)

escrito por Heliomar Melo

domingo, 27 de junho de 2010

ESQUILOS ENCANTADOS

Londres, 1666. Um grande incêndio. O fogo começou na padaria Thomas Farrier (Farnor). Alastrando por quase toda região central de Londres. Estava destruindo tudo! Um horror! Parecia o fim do mundo!
E dentro de uma igreja estavam 9 pessoas. 2 crianças e 7 adultos. O fogo estava tomando conta de tudo. Eles estavam desesperados. Em questão de minutos estariam todos mortos.
Uma das crianças fez um pedido ao seu santo de devoção. Pediu ao seu santo que não sentissem dor. Que ninguém sentisse dor alguma! E que continuassem vivos de alguma maneira.
E logo apos..... o fogo tomou conta de tudo. Uma tragédia.
Passados uns tempos, as famílias das viti................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................... Obs.: A inspiração para esta historia veio de 2 esquilos que freqüentam a minha pequena casa. Eles entram na casa umas 30 vezes por dia! Sobem na minha roupa para comer. Ta me dando um prejuízo danado! Quando passo pelo quintal, eles voam nas minhas pernas e sobem em cima de mim. Eles arranham a minha porta quando esta fechada para que eu abra e os de comida. Amendoins. Todos os dias ficam em cima da pequena casa esperando eu levantar. rsrsrs

Lembranças de outras vidas.

Escrito por Heliomar Melo

sexta-feira, 25 de junho de 2010

O SEGREDO DA MAÇĀ

Era apenas uma maçã. Uma fruta comum como qualquer outra. Mas aquela linda mulher tinha verdadeira adoração por maçãs! Seus olhos brilhavam sempre que as via.
Ana era uma mulher linda! Morena. Traços de índia. Uma beleza peculiar! Onde passava, todos os olhos a acompanhava.
Era impossível ignorar sua beleza! Ana era casada com João.Ele, um rapaz serio e apaixonado pela esposa. Tinha muito ciúmes dela. Apesar de ela nunca ter dado motivos para isso. Eles moravam numa isolada cidade do interior. Nem prédio existia. Aliais,nem casa com um andar. So térreo. Ana também, tinha fascinação por escadas. Admirava as várias escadas dos clássicos do cinema. Mas como não tinha casa alta naquela cidade.... Todo dia Ana estava degustando uma maçã. Cada mordida ...Era sensual. Ana comia a macã de uma maneira....De uma maneira indecente! Isso mesmo! Indecente! O marido? Ficava observando. Notava-se que ele estava com ciúmes da maçã. Todo dia era a mesma coisa. O marido observava ainda mais intrigado.Ele se perguntava o porque daquela situação. O que significava aquilo? Teria alguma mensagem subliminar no ato de comer uma simples maçã? Estaria sua esposa guardando algum segredo? Ele estava desconfiado. Sua intuição dizia que algo estava errado. Resolveu que iria seguir sua esposa quando ela fosse comprar outra maçã. Ele estava escondido. Ana atravessa a rua num vestido lindo. Ele ja achou estranho. E ela foi em direção ao pequeno estabelecimento onde se vendia as deliciosas maçãs. O João estava la atrás, escondido. Ana aproximou do velhinho.(old man) e pediu uma maçã. As maçãs estavam num suporte de cor azul e envolvidas em um aveludado papel de cor violeta. Nem pareciam maçãs. Eram embrulhadas tão cuidadosamente que pareciam diamantes.E Ana pegou sua maçã como se fosse uma jóia e foi para casa. E João, desistiu da suspeita da esposa. O velhinho não poderia ser o amante de sua esposa. Percebeu que fez papel de idiota.
Certo dia João disse para querida esposa que eles iriam para a capital. Para a cidade grande. Teria que fazer um curso de 3 dias. Seria uma ótima oportunidade para passearem na cidade grande. E Ana, nem conhecia cidade grande. Ela adorou a idéia! Estava alegre! Cantava pela casa... Naquela tarde, um dia anterior a viagem para a capital, João chegou um pouco mais cedo. Queria fazer surpresa. Abriu a porta degavar. Sem fazer barulho. Percebeu que Ana estava ao telefone.E ouviu o seguinte de Ana: Não vejo a hora de ir! Comprei um vestido vermelho lindo! Finalmente irei fazer o que desejo ha muito tempo! João? Ele não precisa saber! Farei quando ele sair. Não vejo a hora! Então ate mais! Ela desligou o telefone e João aproxima um pouco sem graça. Afinal, ele estava certo. Sua esposa tinha um amante. E o encontraria la na cidade grande.No dia seguinte,enquanto Ana estava no banho, ele o marido, abriu a mala da Ana e viu o vestido vermelho e três maçãs envolvidas num papel aveludado. Agora ele entendia o que significava a maçã para Ana. A maçã era o amante. Esse era o mistério! Ele estava com muita raiva. Foi la em cima do guarda-roupas e pegou sua arma e por nas suas mala.
Depois de horas e horas viajando,chegaram na cidade grande. Foi para o hotel que ja tinham feito reserva antes. Um hotel lindo! A escada que leva aos quartos, era vermelha! Muito bonita! Enquanto subia Ana admirava aquela escada. Parecia que estava no cinema. dentro do filme!Cansados, foram dormir. No dia seguinte o marido teria que ir para o curso. Naquela manha, ela, Ana, levantou mais cedo e foi direto na caixa de maçãs. 3 maçãs. Com um lenço fino, ela cuidadosamente lustrava as 3 maçãs. O marido acordou e ficou olhando com ódio. Ele sabia o porque das maçãs. Ele tomou banho, se vestiu e pegou sua mochila e se despediu friamente. Ela estranhou um pouco. mas não ligou muito. Ele sempre foi serio. Ele saiu do quarto e ficou la fora, na entrada num lugar escondido. Ana, apos um banho, por seu vestido vermelho e começou a fazer uma maquiagem que havia aprendido na tv. Estava linda! Ja vestida e pronta,ela pegou uma caneta em sua mala e escreveu um bilhete para seu marido. Demorou um tempo para escrever. Fez alguns rascunhos ate ficar o jeito que lhe agradou. Em seguida, ela vai ate a caixa e pega uma das maçãs. Tira o papel e sai do quarto com a maçã na Mao como se tivesse segurando um diamante. Próxima do primeiro degrau da escada,ela começa a comer a maçã. Ela se sente uma personagem dos clássicos do cinema. Na recepção, que estava cheia, todos admiravam aquela mulher de vestida de vermelho e comendo uma maçã. A cada degrau....A cada mordida... se via sensualidade. Parecia que ela estava em câmara lenta. Deslizava pela escada vermelha com o corrimão dourado. Cada degrau era como magia para Ana. João, o marido via aquela cena. Nunca tinha visto sua esposa tão linda! João viu que um homem bem vestido estava na porta. Ele imaginou logo que era o amante de sua esposa. Enquanto ela descia as escadas comendo uma maçã, João saca seu velho revolver e atira nela! Três tiros! Ana cai. A maçã e o sangue vai descendo pela escada vermelha. João corre para o quarto para pegar suas coisas e fugir. Quando entra no quarto, vê um bilhete de Ana escrito:
Amor, estava guardando segredo. Comprei um vestido vermelho lindo! Mas primeiro quero realizar um sonho de adolescente! Não! De criança! é tão bobo...Não queria te contar. Ta bom! Eu conto! Tinha uma fantasia. Isso. Fantasia de descer uma escada comendo uma maçã. Sempre sonhei com isso! Não tinha prédio em nossa cidade! Depois de realizar meu sonho, vou comprar ali mesmo na esquina, uma champanhe para comemorarmos esse momento que e importante na minha vida. Ah, tem mais! Reservei duas maçãs para comermos enquanto fazemos amor! Não va para o curso antes disso! Te amo! Alias, te amo muito!!! Amor da minha vida! Razão do meu viver!!
João cai ao chão aos prantos.

Fantasias e amor

(90% fictícia.Comer a maçã na escada era um desejo meu. Eu comi a maçã. rsrs)


Escrito por Heliomar Melo

quinta-feira, 10 de junho de 2010

ATLÂNTIDA E A ARCA MARCIANA

Marte, ano 6.010 . Marte agora é habitado. Ha muito tempo atrás, a terra foi quase destruída por guerras atômicas. Em meados do ano 3.000, os cientistas da terra modificaram geneticamente embriões para se adaptarem a marte. E apartir dai, começa uma grande aventura para salvar a humanidade da extinção. As guerras
político/religiosas não paravam. A terra iria ser totalmente destruída a qualquer tempo. As terras já quase não mais produziam alimentos. Estavam contaminadas. Meus antepassados acreditavam que o planeta terra seria totalmente destruído. Acreditando
nisso, os governantes daquela época encarregaram de trazer para Marte a maior quantidade de pessoas . Mas infelizmente naquela época Marte não tinha suporte para abrigar todos da terra. So os mais importantes e ricos vieram.
Por causa da radiação, Marte não tem problemas com energia. Desenvolvemos uma tecnologia que transforma radiação em energia para o consumo.
Envio essa mensagem a qualquer planeta onde exista vida. Fora a terra . Pois la continuam vivendo de maneira precária muita e muita gente.
Envio essa mensagem a quem possa nos ouvir. Acreditávamos que estaríamos seguros para sempre em Marte. So que as coisas não estão bem por aqui. Por causa da nossa interferência, o planeta Marte explodirá em uns 10 anos. E pior e que não podemos morar na terra.
Eu e meus ancestrais, fomos mudados geneticamente. Não sobreviveríamos na terra. Não do jeito em que ela se encontra hoje. Nosso presidente, aqui de Marte, e todos os cientistas tanto daqui como da terra, se uniram numa missão muito arriscada.
Já tínhamos máquina do tempo. Mas elas so funcionavam apartir do ano em que foram construidas. Ou seja, so poderíamos viajar no passado,ate o dia em que a máquina foi construida.Mas, Cientistas marcianos e terrestres conseguiram construir a máquina do tempo que vai a qualquer época! Em qualquer parte do passado!
E assim, construiram uma base no passado. No ano 3.000 antes de cristo.
Essa base se chama Atlântida. Foi construida no fundo do mar.Uma grande cidade, no fundo do mar! A missão será modificar o curso da historia para tentar evitar a destruição da terra no passado. Agentes seriam infiltrados em épocas de conflitos para tentar modificar o futuro. Se conseguirem implantar a paz, tudo indica que o curso da historia mudaria. Os agentes iriam interferir em muitas épocas.
E teria que ser de maneira sutil. O povo do passado não pode saber. Qualquer distorção do passado mal calculada, seria um desastre ainda maior!
At é com perigo da extinção definitiva do humano e marciano. Se eles conseguirem evitar o caos em que a terra se encontra agora, ano 6.010, nós marcianos ,
poderíamos viver na terra. E aquilo tudo que aconteceu a terra, simplesmente não iria acontecer! Afinal, o passado de conflitos que geraram a quase destruição da terra, não existiu.
Eu, um humilde cidadão marciano, imploro que se alguém fora de Marte e da Terra estiver vendo/ouvindo essa mensagem, por favor, nos ajude. Pois não tenho certeza que o plano para distorcer o curso da historia funcionará .

Humanos e marcianos

(obs.: A Heudes, deu a ideia de uma historia sobre a arca de noe.Onde incluia a Atlatida. Acabei escrevendo algo diferente.Mas com a ideia de arca... que significou os embrioes que foram levados para Marte.... / Ela me inspirou. Obrigado Heudes!)

Escritos por Heliomar Melo

terça-feira, 8 de junho de 2010

ÁGUAS DAS LÁGRIMAS DE ONTEM

Era apenas mais uma família como outra qualquer. O carinho e a dedicação dos pais eram exemplar. Era uma família feliz. Não eram ricos mas, também não eram pobres.
Tudo estava indo muito bem. As crianças estavam saudáveis....
O casal se amava e muito! Era uma família perfeita envolvidos pelo clima calmo daquela pequena cidade que mais parecia um paraíso.
Como de costume,a matriarca da família levantou cedo e preparou o delicioso café da manhã para toda a família. Os meninos sentaram em volta da grande mesa e saboreavam os bolinhos que a dedicada mãe preparou. Mas estava faltando alguém na mesa. O pai dos meninos. E mãe deles, foi la no quarto procurá-lo. Viu que ele ainda estava dormindo. Aproximou e o chamou. Mas ele não respondeu. Ela achou estranho. Tocou nele, e ele não se mexia! Ela percebeu que ele estava morto! Sem gritar e sem fazer alarme,ela chama os meninos e fala que o pai deles esta morto.
As crianças gritavam...Gritavam.... queriam o pai querido de volta! Mas ele não estava mais ali.
O velório foi muito triste. Todos se emocionavam com o desespero das crianças em volta do caixão. A mãe? Ela estava o tempo todo calada. Não chorava. Nem uma única lagrima saia dos seus olhos! Todos estranharam isso. Era sabido do grande amor dela pelo seu marido. Não dava para entender por que ela não estava chorando.
Mandaram buscar o irmão do falecido numa cidade um pouco distante dali. O irmão estava vindo para o velório do irmão mais novo. Havia chovido bastante naquele dia e a única ponte que havia no rio, onde ele iria atravessar, tinha sido destruída pela correnteza forte do pequeno rio. Mas no desespero para ter um último momento com o falecido irmão, esse outro se atira nas correntezas do rio para atravessar para chegar a outra margem. Foi arrastado pelas correntezas e desapareceu! Foi mobilizado todos os fazendeiros da região. Acharam o corpo inerte num canto do rio muito longe dali. E para mais desespero da família, chega morto o irmão do falecido. Agora tem duas pessoas mortas sendo veladas na sala! As crianças ....ficam mais desesperadas!
A mãe das crianças.... Continuou calada.
Enterraram os corpos, a mãe e os filhos voltaram para casa. Ela continuou calada por mais 5 dias. Ao todo ela ficou calada 7 dias desde que seu esposo faleceu. Ela entrou num estado de depressão profunda. E acabou falecendo no sétimo as 2 da madrugada!. Morreu sem nenhuma causa! Foi uma grande tradeia para aqueles meninos. Todos da pequena cidade tentavam ajudar. Todos sentiram a dor deles. Aqueles semi adolescentes tiveram que reaprender a viver! Tiveram que levantar das cinzas .......e seguir a vida!
Com o passar dos anos, eles superaram. O mais mocinho,se destacou. E teve e tem bons trabalhos e boa posição social. São felizes hoje.

Depressão e coisa séria....

(Infelizmente essa história e real. Essa e minha homenagem a esses bravos rapazes!)

Escrito por Heliomar Melo

quarta-feira, 12 de maio de 2010

ERA APENAS UMA CRIANÇA DIFERENTE

Pedrinho era apenas uma criança. Vivia numa cidade do interior.Aos 7 anos gostava de ir no quintal e ficar admirando os brotos de plantas. aquele tapete verde....Ele passava a Mao como que sentindo o veludo verde na palma da sua Mao.Pedrinho também tinha um perequito. Tentou de todas maneiras ensina -lo a cantar. Mas... Não teve bons resultados. Certo dia, num descuido se deparou com o seu bichinho de estimação na boca de um malvado gato. Pedrinho ainda tentou correr a trás do gato.O Maximo que conseguiu foi quebrar o telhado da vizinha. E esta, contou para a mãe de Pedrinho.Ele acabou levando uma surra. Passado um certo tempo, Pedrinho ganhou um casal de patos. Ele estava alegre! Fez logo um lado para os patos. Todo dia ele alimentava os patos. Logo se via a dona pata cheia de patinhos a sua volta! Tinha uns 10 filhotes! Pedrinho estava muito feliz! Todo dia Pedrinho contava os patos! Meses mais tarde, ja estavam adultos! Mas alguma coisa estava errada na contagem de Pedrinho. Sempre ele contava, tinha a impressão que estava faltando alguns patos. So restavam 3 patos! Pedrinho estava irrado! Ficou a observar. Ate que descobriu a ladra! Era sua mãe! Ladra e assassina! Ela estava matando seus patos! Quando ele lembra que estava comendo seus próprios patos.... fica enojado! Brigou com sua mãe...
Pedrinho foi crescendo.Ja era adolescente. E ele percebia que era diferente dos seus amigos. Sentia algo estranho. Era difícil entender o que sentia.Ele sabia que tinha que gostar de meninas. Ele foi educado para gostar de meninas! Mas ele se sentia atraído por meninos! Aquilo o perturbava. Era incômodo. Incômodo, por que ele queria ser orgulho para seu pai. Por que ele percebia que seus pais ja desconfiavam. E ele não era tão querido. Ele era diferente dos outros adolescentes. E todos as pessoas percebiam. Pedrinho sentia que quando estava de costas, falavam dele. Ele sabia disso.No colégio, uma simples brincadeira de amigo secreto (amigo oculto), foi constrangedor! Pedrinho foi levado a secretaria de castigo. Por que mandou uma carta para seu amigo secreto se passando por uma menina. O objetivo era não se deixar identificar. Todos tinham que escrever cartas para seus amigos secretos sem que eles descobrissem sua identidade. Era apenas uma brincadeira. Mas mesmo ,Pedrinho teve que passar por esse constrangimento malicioso. E era uma freira a diretora. E ele ficou de castigo.De castigo por causa de uma brincadeira inocente!
Pedrinho estava a cada dia mais chateado. As pedras vinham de todos os lados. Ele se sentia um et. No colégio, ele ouvia sermão homofóbico.(contra gays) Comentários grotescos. De baixo nível.E o pior que era de um professor! Isso não ajudava. Ele ficava ainda mais triste. Ele procurou algumas igrejas. Mas o chamaram de abominação! Disseram que estava escrito na bíblia. E em nome de Deus o ridicularizavam! Pelo menos era assim que Pedrinho se sentia. Claro que não falaram diretamente para ele. Mas na visão dele, era assim que ele entendia.
Certo dia, Pedrinho ja depressivo. Sem apoio dos pais e de ninguém a sua volta, decide que aquele inferno teria fim. Foi a casinha.(banheiro que fica no fundo do quintal) Pegou um preparado de albrin ( Veneno de rato),iria por fim em sua angústia finalmente. Primeiro ele fez uma oração. E quando ia.. tomar o veneno, parou com o copo quase na boca. Pensou bem. E disse a ele mesmo que não tiraria sua vida. Não iria cometer suicídio.Era um gesto covarde. Jogou fora o veneno.
Ele namorou muitas garotas, mas sabia o que realmente sentia. E não era por garotas! Com muita magoa abandonou sua cidade natal assim que chegou a maioridade. Deixando uma vida de riquezas e de um futuro brilhante para trás. Dinheiro não era a meta dele. A amizade, compreensão, amor ao próximo era mais importante. Assim ele o fez. Na cidade grande, ele começou a viver sua verdadeira vida. Não a vida que lhe impuseram . E sim, sua real vida! Finalmente ele deixou de viver para os outros e foi viver sua vida. Sua verdadeira vida! Sem dar satisfação a ninguém!
Apesar das duras críticas,Pedrinho nunca deixou de acreditar em Deus. Ele era muito religioso. Do jeito dele, mas era. Ele acredita que Deus esta no lugar que você procura -lo.

Cada um interpreta a bíblia de acordo com sua conveniência e usa a bíblia para mascarar sua verdadeira face!Se vai ler a bíblia, saiba interpretá-la. Muitas vezes ela so esta narrando fatos. Não esta dizendo para você agir desta ou daquela maneira. Jesus disse: Amai-vos uns aos outros como a te mesmo! Nunca esqueçam disso. Isso é eterno!
E Pedrinho, hoje, Pedrão. Diz: Sou gay. Nasci gay e morrerei gay! E se mil vidas eu tiver, quero voltar GAY!!!!

A criança gay precisa de mais proteção e não pode ser VITIMA da IGNORĀNCIA!


Escrito por Heliomar Melo
Minha foto
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
Escrevo com a emocao e com o coracao. Bem Vindo a Minha Mente!!