Este é o link do meu livro: Sol Mar Mel, Fragmentos da Vida no CREATESPACE. Você ja pode comprá-lo. Também no AMAZON.COM,BR e no KINDLE (leitor eletrônico) Lembrando que no AMAZON e no KINDLE está disponível em todos os países. http://www.amazon.com/Sol-Mar-Fragmentos-Vida-Portuguese/dp/1508621047/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1424972270&sr=1-1&keywords=Sol+Mar+Mel+Fragmentos+da+Vida


segunda-feira, 5 de julho de 2010

O BAR E OS CLIENTES

Jose era um velhinho simpático e agradável. Ele era dono de um bar. Um simples bar. Tinha meia dúzia de mesas na frente do balcão. O estabelecimento em antigo. Uns quadros de marinheiros enfeitavam uma parede rústica. O bar lembrava um passado remoto. Era como... Um túnel do tempo. As pessoas se sentiam no passado.
Naquele dia Jose estava colocando seus deliciosos salgadinhos no balcão cuidadosamente limpo. Tinha pão de queijo,kibes,uns enroladinhos... Quem olhasse para aquela vitrine, esqueceria a dieta.
Chegaram dois clientes. Um senhor de cabelos grisalhos e um adolescente. O adolescente vestia uma roupa.... Diferente. Pareciam pai e filho. Sentaram e o senhor mais velho pediu um café. O garoto não quis nada. Jose afastou se e ficou a observar la detrás do balcão. Jose reparou que os dois choravam. Quase não falavam.
Entrou mais duas clientes. Uma senhora um pouco obesa e uma moça. Aquela senhora ja veio direto ao balcão! Admirava os salgados. Cada tipo de salgado que ela via.. Ela dava um grito de ... Satisfação. A moça, ficou atrás e sorria discretamente. Eram mãe e filha. A senhora pediu uma variedade de salgados, doces... Sucos para ela e a filha. E levou para a mesa. Pôs aquela bandeja na frente dela. A filha, observava .Começaram a conversar. Era uma conversa suave. As lágrimas eram contínuas. Jose percebia que a senhora nunca comia. So admirava os doces e guloseimas.
Foi entrando mais pessoas. Sempre aos pares. O estilo das roupas era intrigante. Pediam cerveja e não bebiam... E todos choravam em suas conversas. Parecia uma espécie de encontro. Mas eles não se conheciam. Só os pares se conheciam. Dava para perceber que eram pais e filhos... Maridos e esposas...
Mas por que eles estavam ali? Por que 12 pessoas se encontram no mesmo lugar e só conhecem quem está na mesa com elas? E por que todos choravam? Por que parecia que cada par estava conversando sobre a mesma coisa?
Jose muito intrigado, se dirigiu ao centro do bar. Pediu a atenção de todos. Perguntou o que estava havendo. Que estava curioso. Algo estranho estava acontecendo no seu bar. E ele precisava saber.
Depois de um certo silêncio... Um por um começou a explicar. Explicaram que queriam uma segunda chance de ver seus entes queridos. E que estavam tendo essa segunda chance. A metade deles eram falecidos. Estavam tendo um último encontro. Por algum motivo o bar os atraiu proporcionando um lugar perfeito para esse encontro.
Jose agora entendia o porquê da roupa estranha, por que alguns não comiam...
Jose ficou um pouco assustado. Não entendeu logo. Ele os atraiu. Ele sempre soube do seu lado espiritual aguçado. Aproximou de cada mesa e perguntou quem era o... falecido. E aos poucos foi entendendo tudo. Conversaram... festejaram... Aquela era uma noite muito especial.

Além da vida.

(Obs.: 30% foi um sonho. Mudei para ficar mais interessante. Mas preservei o foco principal.)

escrito por Heliomar Melo

4 comentários:

  1. oi meu querido Heliomar!
    Como vai, tudo bem?
    Saudade!
    Ah é tão prazeiroso ler você, gosto bastnate!
    Faço coro com você:
    "Abaixo toda e qualquer forma de preconceito, pré-conceito e discriminação!"
    Boa semana!
    Um grande beijo
    Mari

    ResponderExcluir
  2. Preconceito e mais preconceitos, assim a humanidade vive sem ter noção que cada um nasceu para mostrar sua verdadeira essência. No dia que os humanos aceitar que todos tem o direito de ser como é, neste dia o planeta Terra verá a Luz e a Plenitude de toda criação. Como sempre você está muito alem dos preconceitos e escravidão da atualidade.Obrigada por ser essa pessoa especial que é. Que a Inteligência Sagrada esteja com você hoje e sempre. bjs Heudes

    ResponderExcluir
  3. RESPOSTA A UM ESTUPIDO ANOMINO.

    Um ser da epoca das cavernas deixou um comentario ridiculo, claro que nao aprovei!
    Me admira como algumas pessoas nao tem vergonha de parecerem ridiculas. Com certeza deve ser um daqueles que colocaram lenha na fogueira. Esse nao `e o primeiro e nem sera o ultimo estupido e idiota que cruza meu caminho!

    ResponderExcluir
  4. "Abomináveis são os homens que tentaram banir as purpurinas." Vou colocar no perfil do meu orkut...rsrs! Adorei isso. Nossa tudo que é diferente causa espanto, medo, fazem as pessoas mostraram o seu lado animal.Muitos desses malucos dizem estar vivendo um amor incondicional pela humanidade mas na verdade cobram que sejamos um padrão para que possamos ser aceitos. Cada um é do jeito que é. Existem pessoas que não são comuns, os gays são um exemplo, somos forças da natureza, por isso incontrolaveis simplesmente pelo fato de sermos expontanios. E essa expontaniedade causa inveja, mudando sua frase para Abomináveis são os vaga-lumes que tentaram banir as estrelas...sempe continuaremos a brilhar até conquistar o nosso lugar no mundo e depois um dia não morrer mais explodir em luz e amor e ser exemplos para o resto do mundo! Adorei o seu blog, que Deus o abençoe grandiosamente, meu amigo estrela! Abraços!

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo! Sou Heliomar Melo

Minha foto
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
Escrevo com a emocao e com o coracao. Bem Vindo a Minha Mente!!