Este é o link do meu livro: Sol Mar Mel, Fragmentos da Vida no CREATESPACE. Você ja pode comprá-lo. Também no AMAZON.COM,BR e no KINDLE (leitor eletrônico) Lembrando que no AMAZON e no KINDLE está disponível em todos os países. http://www.amazon.com/Sol-Mar-Fragmentos-Vida-Portuguese/dp/1508621047/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1424972270&sr=1-1&keywords=Sol+Mar+Mel+Fragmentos+da+Vida


quarta-feira, 12 de maio de 2010

ERA APENAS UMA CRIANÇA DIFERENTE

Pedrinho era apenas uma criança. Vivia numa cidade do interior.Aos 7 anos gostava de ir no quintal e ficar admirando os brotos de plantas. aquele tapete verde....Ele passava a Mao como que sentindo o veludo verde na palma da sua Mao.Pedrinho também tinha um perequito. Tentou de todas maneiras ensina -lo a cantar. Mas... Não teve bons resultados. Certo dia, num descuido se deparou com o seu bichinho de estimação na boca de um malvado gato. Pedrinho ainda tentou correr a trás do gato.O Maximo que conseguiu foi quebrar o telhado da vizinha. E esta, contou para a mãe de Pedrinho.Ele acabou levando uma surra. Passado um certo tempo, Pedrinho ganhou um casal de patos. Ele estava alegre! Fez logo um lado para os patos. Todo dia ele alimentava os patos. Logo se via a dona pata cheia de patinhos a sua volta! Tinha uns 10 filhotes! Pedrinho estava muito feliz! Todo dia Pedrinho contava os patos! Meses mais tarde, ja estavam adultos! Mas alguma coisa estava errada na contagem de Pedrinho. Sempre ele contava, tinha a impressão que estava faltando alguns patos. So restavam 3 patos! Pedrinho estava irrado! Ficou a observar. Ate que descobriu a ladra! Era sua mãe! Ladra e assassina! Ela estava matando seus patos! Quando ele lembra que estava comendo seus próprios patos.... fica enojado! Brigou com sua mãe...
Pedrinho foi crescendo.Ja era adolescente. E ele percebia que era diferente dos seus amigos. Sentia algo estranho. Era difícil entender o que sentia.Ele sabia que tinha que gostar de meninas. Ele foi educado para gostar de meninas! Mas ele se sentia atraído por meninos! Aquilo o perturbava. Era incômodo. Incômodo, por que ele queria ser orgulho para seu pai. Por que ele percebia que seus pais ja desconfiavam. E ele não era tão querido. Ele era diferente dos outros adolescentes. E todos as pessoas percebiam. Pedrinho sentia que quando estava de costas, falavam dele. Ele sabia disso.No colégio, uma simples brincadeira de amigo secreto (amigo oculto), foi constrangedor! Pedrinho foi levado a secretaria de castigo. Por que mandou uma carta para seu amigo secreto se passando por uma menina. O objetivo era não se deixar identificar. Todos tinham que escrever cartas para seus amigos secretos sem que eles descobrissem sua identidade. Era apenas uma brincadeira. Mas mesmo ,Pedrinho teve que passar por esse constrangimento malicioso. E era uma freira a diretora. E ele ficou de castigo.De castigo por causa de uma brincadeira inocente!
Pedrinho estava a cada dia mais chateado. As pedras vinham de todos os lados. Ele se sentia um et. No colégio, ele ouvia sermão homofóbico.(contra gays) Comentários grotescos. De baixo nível.E o pior que era de um professor! Isso não ajudava. Ele ficava ainda mais triste. Ele procurou algumas igrejas. Mas o chamaram de abominação! Disseram que estava escrito na bíblia. E em nome de Deus o ridicularizavam! Pelo menos era assim que Pedrinho se sentia. Claro que não falaram diretamente para ele. Mas na visão dele, era assim que ele entendia.
Certo dia, Pedrinho ja depressivo. Sem apoio dos pais e de ninguém a sua volta, decide que aquele inferno teria fim. Foi a casinha.(banheiro que fica no fundo do quintal) Pegou um preparado de albrin ( Veneno de rato),iria por fim em sua angústia finalmente. Primeiro ele fez uma oração. E quando ia.. tomar o veneno, parou com o copo quase na boca. Pensou bem. E disse a ele mesmo que não tiraria sua vida. Não iria cometer suicídio.Era um gesto covarde. Jogou fora o veneno.
Ele namorou muitas garotas, mas sabia o que realmente sentia. E não era por garotas! Com muita magoa abandonou sua cidade natal assim que chegou a maioridade. Deixando uma vida de riquezas e de um futuro brilhante para trás. Dinheiro não era a meta dele. A amizade, compreensão, amor ao próximo era mais importante. Assim ele o fez. Na cidade grande, ele começou a viver sua verdadeira vida. Não a vida que lhe impuseram . E sim, sua real vida! Finalmente ele deixou de viver para os outros e foi viver sua vida. Sua verdadeira vida! Sem dar satisfação a ninguém!
Apesar das duras críticas,Pedrinho nunca deixou de acreditar em Deus. Ele era muito religioso. Do jeito dele, mas era. Ele acredita que Deus esta no lugar que você procura -lo.

Cada um interpreta a bíblia de acordo com sua conveniência e usa a bíblia para mascarar sua verdadeira face!Se vai ler a bíblia, saiba interpretá-la. Muitas vezes ela so esta narrando fatos. Não esta dizendo para você agir desta ou daquela maneira. Jesus disse: Amai-vos uns aos outros como a te mesmo! Nunca esqueçam disso. Isso é eterno!
E Pedrinho, hoje, Pedrão. Diz: Sou gay. Nasci gay e morrerei gay! E se mil vidas eu tiver, quero voltar GAY!!!!

A criança gay precisa de mais proteção e não pode ser VITIMA da IGNORĀNCIA!


Escrito por Heliomar Melo

segunda-feira, 10 de maio de 2010

O BRILHO DO ANEL

Envolvidos pelo encanto de Londres, dois humanos se conhecem e comecam a estabelecer lacos de amizade. Sentem falta um do outro. Se importam um com o outro..
E nem sao namorados! sao apenas amigos!
certo dia eles estavam conversando e repente a moca comeca a procurar algo.Inquieta... Ofegante... E comeca a chorar e procurar...
O rapaz preocupado, perguntou o que ela estava procurando. E ela ja em solucos disse que procurava um anel. E ele perguntou se o anel era
valioso. Ela disse que nao. Era vagabundo. Prata barata. O rapaz para tranquiliza-la disse que nao valia a pena estressar por causa de um simples anel.
A moca fecha os olhos e comeca a relembrar de um passado distante.
Duas meninas muito unidas. Eram vizinhas. Elas se adoravam. Era uma amizade linda! O tempo todo estavam as duas amigas juntas! Onde via uma... podia se
ter certeza que a outra estava por perto.Elas sempre falavam uma para a outra que jamais iriam se afastar.Ja se tornando adolescentes...E a amizade continuava.
fizeram ate um juramento de amizade eterna! Um juramento! Foram numa lojinha e compraram dois aneis de prata. Sem valor.(cheap) E assim fizeram o juramento
que usariam aqueles aneis ate o ultimo dia de suas vidas! E que aqueles aneis simbolizariam aquela amizade tao intensa.
Ja mocinhas, elas saiam...da escola e iam sempre a um riacho (river) proximo da pequena cidade. Elas faziam isso com frequencia.
Um certo dia as duas mocinhas tomaram umas bebidas e junto com um grupo de meninas e meninos, foram tomar banho no rio, como sempre faziam. Mas naquele
dia o riacho (river) estava cheio.Fortes corredeiras. Seria perigoso nadar naquele dia. Mas... uma das meninas, entrou no rio. E logo em seguida, se mostrou
estar afogando. Mas ninguem se importou com isso. Ela fazia isso o tempo todo. Eles pensaram que era mais uma brincareira da menina. Mas quando olharam
melhor, perceberam que ela estava se afogando! A correnteza estava forte demais! os garotos tentaram resgata-la, mas nao conseguiam! A outra amiga em estado de
choque so conseguia ver O BRILHO DO ANEL quando ela levantava a mao para pedir socorro. Os meninos nao chegaram a tempo. Ela desapareceu nas profundezas
do rio! Um choro coletivo inundava de lagrimas o pequeno rio.
Os bombeiros encontraram o corpo dias depois.
A amiga pediu a mae da falecida o outro anel como lembranca.Tiveram que cerrar o anel para que ele saisse da mao da falecida.
Voltando a Londres. A moca virou e falou para o rapaz: Esse e o valor do anel. Quanto vale uma amizade?

(Essa historia e de uma grande amiga aqui de Londres. Chamada Erica. Ela me autorizou a escrever e publicar.10% e ficticia)

Escrito por Heliomar Melo

quarta-feira, 5 de maio de 2010

ALUGA SE VAGAS PARA PESSOAS SEM VÍCIOS

Copacabana! Impossível não se apaixonar! Considerada a princesinha do mar. Esse bairro conhecido mundialmente esconde a sete chaves seus segredos.
Depois de muito insistir,finalmente estava eu,morando no lugar que mais desejei (e desejo).
Queria aproveitar a vida. Não tinha outras ambições. Experimentei a lado rico e queria agora aproveitar a vida. Não queria perder tempo. Estava livre. ANONIMO! Não era foco de nada. Não tinha que ser exemplo para ninguém! Não era obrigado a ser gentil. Não tinha que rir sem vontade... Não seguia nenhum padrão. Era apenas eu!
Morei por anos e anos em vagas. E decidi alugar para os outros. Antes eu pagava, agora as pessoas iriam me pagar para morar na minha casa.
Todo dia, ou... Toda noite, exatamente as 10 da noite. O pequeno apartamento era limpo e aromatizado. Alias, cada semana era um perfume. Lavanda,eucalipto,jasmin e floral. Preferia Lavanda. Acalma e relaxa. O conjugado era dividido ao meio com um guarda roupas. Na primeira parte, um triliche. 3 camas, uma em cima da outra. Na parte do fundo, outro triliche. O guarda roupas tinha exato 6 partes. 1 para cada pessoa. Tínhamos que dividir a geladeira.
Esse era o meu mundo. Eu era chato. Tinha bilhetes por toda a casa. Na saída do banheiro, dava de cara com um bilhete: DEU A DESCARGA? rsrsr
Conheci muitas pessoas maravilhosas. Fomos cumprisse de muitas situações.
Muitos fatos ocorreram. Muitas situações curiosas. Mas o que mais me chocou e o que irei narrar agora.
Chegou um rapaz . Não tinha dinheiro para pagar a vaga. Disse que pagaria quando conseguisse trabalho. Muito arriscado. Mas, aceitei. Ja tinha feito isso muitas vezes. Como sempre fazia, comprei uns alimentos e dei para a pessoa em questão. Um rapaz. Ele tinha vontade e garra. Logo conseguiu trabalho e me pagou tudo.
Mas.. aquele rapaz meigo que chegou a minha casa, mudou. Agora era arrogante. Tudo que eu falava, o incomodava. E numa discussão, essa pessoa a qual ajudei, me deu um chute nas costas que fui parar na janela. Avancei sobre ele. E também o chutei nas costas. Não apanho de ninguém! Bateu,Levou!
Pedi para ele ir embora imediatamente. E ele saiu jurando que faria uma maldade comigo. Ameaçou varias vezes.
Passaram se dias. Quase um mês. Era tarde na noite. Alguém bate na porta. Quando abri, vi uma cena que nunca tinha visto na minha vida! Aquele mesmo cara que me ameaçou, estava na minha porta com o corpo todo coberto de sangue! Pedia minha ajuda!
Aos prantos, me pedia socorro. Naquele momento, me despi de toda raiva e rancor que tinha dele e o acolhi. Limpei todo seu sangue. Cuidei dos seus ferimentos.Seu rosto estava quase irreconhecível. Ele quis embora. Não o deixei ir. Disse que ele so sairia da minha casa quando estivesse totalmente recuperado.
Ele me contou que passava na frente do meu prédio e um monte de pivetes drogados avançou sobre ele. Numa covardia fora do comum, o espancaram. Ele saiu correndo. Esperou um tempo e entrou no prédio. Deitou nas escadas do prédio, no meu andar. Um segurança do prédio o chutou e ainda deu muitos socos. Foi quando ele correu para minha casa.
Procurei o sindico do prédio e esse ignorou o assunto. Fiz panfletos e espalhei por todo o prédio! Fiz o maior escândalo! O segurança foi demitido. Não me calei!
Depois de mais de uma semana, o meu hospede estava melhor.Se preparou para ir embora. Me pediu perdão. E jurou amizade eterna.

Amizade e fraternidade.

(obs.: Esse rapaz foi vitima de covardes homofóbicos. Homofóbico-pessoa que tem pavor de gays e ou afins.Características de um doente homofobico: Vai de insultos,agressões físicas e ate assassinato)


Escrito por Heliomar Melo
_________________________________________________________________________
COMENTARIOS:
Mistérios, Magias ou Milagres. disse...
A verdade deve ser dita. Voce escreve com toda sensibilidade de seu Espirito Imortal, voce deveria escrever um livro e mandar publicar, tenho certeza que será um sucesso. São poucas as pessoas que escreve com o coração e voce é um deles.
Sinto-me grata ao ler seus posts. Pensa nisso....Escrever um livro. Ja sou sua fã numero 1 abraços Heudes.
__________________________________________________________________________
Minha foto
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
Escrevo com a emocao e com o coracao. Bem Vindo a Minha Mente!!