Este é o link do meu livro: Sol Mar Mel, Fragmentos da Vida no CREATESPACE. Você ja pode comprá-lo. Também no AMAZON.COM,BR e no KINDLE (leitor eletrônico) Lembrando que no AMAZON e no KINDLE está disponível em todos os países. http://www.amazon.com/Sol-Mar-Fragmentos-Vida-Portuguese/dp/1508621047/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1424972270&sr=1-1&keywords=Sol+Mar+Mel+Fragmentos+da+Vida


terça-feira, 22 de maio de 2012

EM NOME DO PAI E DO FILHO

De agora em diante eu terei que reaprender a viver. Terei que trilhar novos caminhos. Terei que esquecer o passado. Terei que esquecer as vítimas da minha ira. Errei, errei muito. Tentarei de agora em diante... Não cometer as maldades e erros do passado. Sentado aqui... Nessa areia molhada, admiro as ondas do mar quase calmo. Parece que cada onda vem acompanhada de uma brisa suave... Suave... Quase percebo uma sintonia da brisa com as batidas do meu coração. Essas ondas me faz voltar ao passado. Um passado de conflitos... De vergonha... De covardia...
Eu era jovem e morava numa cidade pequena. Uma cidade conservadora... Uma época onde ainda predominava o conservadorismo... Eu sempre fui muito ligado a religião. So encontrava paz quando estava falando com Deus. Lembro muito bem que eu andava pela mata... Conversava com as árvores... Sentia me conectado com Deus quando estava na mata. Admirava cada inseto... Borboletas... Mas... A puberdade estava aproximando e os desejos na carne... Também. Sentia desejos por pessoas do mesmo sexo... Aquilo me deixava chateado. Não queria sentir o que sentia. Era... Angustiante. Eu era muito religioso e ouvia com frequência os sermões que eu tinha quase certeza que eram direcionados a mim. Tentava ignorar, mas eu sabia que Jesus tinha um plano para mim! Eu tinha uma missão. Eu captava essas informações nas missas e como um quebra cabeça que vai sendo montado... O meu já estava pronto! Finalmente eu sabia qual era a minha missão. Queria ser padre. Queria poder ajudar pessoas na minha situação... Queria dedicar minha vida a religiosidade. Queria ser aceito e respeitado pela sociedade. Queria de uma vez por todas ser “curado”, como diziam alguns religiosos, do mal que apoderava do meu corpo. Queria arrancar esses desejos demoníacos que insistiam em me perseguir.
Depois de muitas conversas com padres locais... Comuniquei minha família sobre minha decisão. Olhei para minha mãe.. Esperei que ela... Fosse contra, mas... Tanto ela como meu pai, ficaram felizes. Afinal, não tinham mais que ficar com vergonha do filho mal falado na cidade.
Fui para o seminário na capital. Logo no primeiro dia fui molestado por outro seminarista. Mas ainda assim encontrei forças para continuar. Queria servir a Deus. Essa era minha missão aqui na terra. Resisti as tentações da carne... Dediquei a leitura da bíblia... Li tudo que meus superiores me indicaram. Horas intermináveis de orações...
Finalmente tornei me padre. Estava feliz. Sabia que tudo iria ficar bem daquele momento em diante. Sentia-me livre de todo aquele mal que me apavorava. Comecei ministrando em pequenas cidades. E com uma ideia na cabeça... Aos poucos, inseri nos sermões as famosas passagens bíblicas anti-gay. Num estudo minucioso... Descobri que são várias passagens. Comecei sutilmente. Depois de algum tempo, ja me sentia um enviado de Deus para combater esse mal que tentava destruir a sociedade... A família... A moral! Mesmo sendo reprovado pelos meus superiores... Eu atacava com veemência a homossexualidade! Virei um ativista anti-gay. Em nome do pai e do filho, em nome de Deus e de Jesus, eu queria que todos fossem curados desse mal! Nunca perdia a oportunidade de atacar esse mal! Muitas, muitas vezes eu mesmo criava essas oportunidades! Eu não respeitava nem velórios! Sempre dava um jeito de alfinetar esses... Essas pessoas! Acreditava que essa era minha missão: Curar esses indivíduos do mal da homossexualidade! Naquela época era fácil. Eu tinha o apoio de toda a comunidade. Também tinha o apoio dos pais das vitimas desse mal! Então... Deus estava comigo, Jesus estava comigo... A sociedade estava comigo! Sentia como se fosse um guerreiro de Deus! Poderoso! Eu estava protegido. O livro sagrado me guiava! Ele dizia para eu não aceitar essas pessoas perversas! Então... Não tinha nada de errado já que eu estava falando em nome de Deus! ...............................................................................................................................................................................................................................................................................................................................
Escrito por Heliomar Melo

(obs.: historia/narração fictícia, qualquer semelhança e mera coincidência. Meu profundo carinho e respeito a todos os verdadeiros cristãos. A todos os cristãos puros de coração. )

2 comentários:

  1. Que maravilhosa postagem, li e reli.
    Voce tem o Dom da escrita quem me dera escrever assim. Voce nasceu abençoado!
    Se conectar com Deus Interior é a única forma de achar a essência do nosso Eu Verdadeiro.
    Somos imagem e semelhança dele e ele vive, respira e vê através dos nossos olhos e sentimentos, porque habita na essência mais pura em nosso Interior. Se alguem não apreciar o que somos, azar deles. Somos aquilo que pensamos e sentimos. Somos todos Espíritos Imortais. Abraços com ternura. Heudes.

    ResponderExcluir

Seja Bem Vindo! Sou Heliomar Melo

Minha foto
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
Escrevo com a emocao e com o coracao. Bem Vindo a Minha Mente!!